Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/4865
Title: Fertilizantes de eficiência aumentada: adsorção e fluxo difusivo de fósforo no solo
metadata.dc.creator: STAUFFER, E.
Keywords: difusão;fertilizante fosfatado;fertilizantes de liberação
Issue Date: 19-Feb-2016
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Citation: STAUFFER, E., Fertilizantes de eficiência aumentada: adsorção e fluxo difusivo de fósforo no solo
Abstract: Objetivou-se nesse trabalho avaliar o efeito de fertilizantes fosfatados polimerizado e organofosfatados aplicados ao solo, em diferentes potenciais matriciais e sua relação com a adsorção e o fluxo difusivo de fósforo (P). Para tal, foram montados dois experimentos. O primeiro experimento seguiu esquema de parcelas subdivididas no tempo, sendo a parcela principal composta por quatro fertilizantes fosfatados (fosfato monoamônico convencional - MAP; fosfato monoamônico revestido com polímero - POL; fosfato monoamônico peletizado com torta de filtro - TF; e fosfato monoamônico granulado com composto suíno - CS) e dois potenciais matriciais (- 10 e - 50 kPa); e a subparcela composta por seis tempos de contato (2, 4, 6, 8, 10 e 14 dias após a adição dos fertilizantes), com quatro repetições. Os dados foram submetidos à análise de variância, sendo que os efeitos dentro dos fatores qualitativos foram desdobrados em contrastes ortogonais e para o fator quantitativo foram ajustados modelos de regressão. Os fertilizantes organofosfatados proporcionaram liberação mais lenta de P para a solução do solo, em que o CS promoveu a liberação mais lenta de P. O CS apresentou as menores reduções nos teores de P disponível ao longo dos tempos de contato, seguidos do TF, POL e MAP. Os potenciais matriciais permitiram a diferenciação dos fertilizantes fosfatados estudados na disponibilidade de P, onde o MAP foi mais influenciado pelos potenciais. O segundo experimento seguiu esquema fatorial 4x2x4 em que os fatores em estudo foram: quatro fertilizantes fosfatados (MAP, POL, TF e CS), dois potenciais matriciais (- 10 e - 50 kPa) e quatro distâncias de inserção da resina de troca aniônica (0,5; 1,0; 1,5 e 2,0 cm distantes dos grânulos dos fertilizantes fosfatados), com quatro repetições. Os dados foram submetidos à análise de variância e desdobrados em contrastes ortogonais. O MAP apresentou os maiores valores de fluxo difusivo de P, seguidos do POL, TF e CS. As tecnologias controlaram melhor a liberação de P para ambos os potenciais, onde o MAP foi mais influenciado pelos potenciais. Em condições de maior umidade (potencial matricial de - 10 kPa) houve maior fluxo difusivo de P em relação ao potencial matricial de - 50 kPa.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/4865
Appears in Collections:PPGPV - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese_8991_Eduardo Stauffer.pdf1.19 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.