Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/4946
Title: ANATOMIA E DENSIDADE DO LENHO DE CLONES DE Eucalyptus urophylla x Eucalyptus grandis, COM VARIAÇÃO DE ALTITUDE E DE TOPOGRAFIA, NO ESTADO DE MINAS GERAIS
metadata.dc.creator: MAURI, R.
Keywords: Madeira de eucalipto;anatomia;qualidade de madeira;condiç
Issue Date: 5-Mar-2010
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Citation: MAURI, R., ANATOMIA E DENSIDADE DO LENHO DE CLONES DE Eucalyptus urophylla x Eucalyptus grandis, COM VARIAÇÃO DE ALTITUDE E DE TOPOGRAFIA, NO ESTADO DE MINAS GERAIS
Abstract: MAURI, Renata. Anatomia e densidade do lenho de clones de Eucalyptus urophylla x E. grandis, com variação de altitude e de topografia, no Estado de Minas Gerais. 2010. Dissertação (Mestrado em Ciências Florestais) Universidade Federal do Espírito Santo, Alegre. Orientador: Prof. D.Sc. José Tarcísio da Silva Oliveira. Este trabalho teve como objetivo a caracterização da estrutura anatômica da madeira de dois clones de Eucalyptus grandis x Eucalyptus urophylla, com aproximadamente seis anos de idade que cresceram em duas regiões do Estado de Minas Gerais, com cada região apresentando duas combinações topográficas, sendo uma plana outra inclinada. Avaliou-se o comportamento dos clones, no sentido radial (variação medula-casca) e nas distintas condições de crescimento. Na caracterização da madeira determinou-se a densidade básica e anidra, as propriedades anatômicas e a morfologia das fibras. Os resultados permitem observar que todos os parâmetros avaliados sofreram variações entre as condições de plantio, entre clones e ainda variações no sentido radial. Os resultados possibilitam a detalhada caracterização do comportamento dos clones entre topografias e regiões, a saber: (i) podem ser observadas variações quantitativas da densidade, dos elementos anatômicos e morfologia das fibras da madeira entre topografias, regiões e clones; (ii) a variação radial da densidade e dos elementos anatômicos da madeira seguiu comportamento esperado para a espécie, onde alguns parâmetros aumentam e outros diminuem no sentido medula-casca; (iii) quanto ao padrão de variação radial da densidade e dos parâmetros quantitativos dos elementos anatômicos da madeira, não são verificadas diferenças significativas entre topografias, regiões e clones. Estes resultados permitem entender o comportamento anatômico e físico da espécie às diversas condições de crescimento, fornecendo assim subsídios para as empresas do setor de celulose no que diz respeito à consolidação de material genético e seu comportamento em diferentes condições de crescimento para atender suas demandas de qualidade de madeira.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/4946
Appears in Collections:PPGCF - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese_3783_.pdf3.47 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.