Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/4952
Title: CRESCIMENTO DE MUDAS DE EUCALIPTO IRRIGADAS COM ÁGUA DE DIFERENTES QUALIDADES
metadata.dc.creator: LOUGON, M. S.
Keywords: Água-Reutilização;Eucalipto;Água-Qualidade
Issue Date: 27-Oct-2010
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Citation: LOUGON, M. S., CRESCIMENTO DE MUDAS DE EUCALIPTO IRRIGADAS COM ÁGUA DE DIFERENTES QUALIDADES
Abstract: LOUGON, Marcela Silva. Crescimento de mudas de eucalipo irrigadas com água de diferentes qualidades. 2010. Dissertação (Mestrado em Ciências florestais) - Universidade Federal do Espírito Santo, Alegre-ES. Orientador: Prof.Dr. Giovanni de Oliveira Garcia. Co-orientadores: Prof. Dr. Roberto Avelino Cecílio e Prof. Dr. Marcos Vinícius Winckler Caldeira. A utilização agrícola de águas com qualidade inferior consiste em opção para atendimento das necessidades hídricas conjuntamente com fornecimento de nutrientes às plantas, além de constituir uma forma adequada de disposição final de efluentes. Com a realização deste trabalho, objetivou-se avaliar a produção de mudas de Eucalyptus irrigadas com água de diferentes padrões de qualidade. Conduziu-se experimento montado em delineamento inteiramente casualizado, no esquema fatorial 5X3X2 (cinco períodos de avaliação, três padrões de qualidade de água e duas espécies de gênero Eucalyptus sp.), com três repetições. As águas utilizadas foram água de abastecimento público da cidade de Jerônimo Monteiro-ES, efluente de piscicultura do Instituto Federal do Espírito Santo Campus de Alegre e efluente do sistema de tratamento de esgoto doméstico da cidade de Jerônimo Monteiro-ES. As espécies de Eucalyptus utilizadas foram Eucalyptus urograndis e Eucalyptus urophylla. As mudas foram produzidas em tubetes com capacidade de 50 cm³ de substrato as quais foram mantidas no viveiro até os noventa dias após a semeadura submetidas à irrigação por aspersão. Transcorrido esse período os tubetes contendo as mudas das duas espécies foram transferidos para bandejas de polietileno contendo os três padrões de água, onde utilizou-se um sistema de subirrigação. Os tubetes foram submersos até uma profundidade de 2 cm da sua base, absorvendo água por capilaridade. Para avaliar o crescimento das mudas de Eucalyptus foi feito um conjunto de medições a cada 20 dias, em um total de cinco avaliações, iniciadas a partir da transferência dos tubetes para as bandejas. Em cada conjunto de medições foram quantificadas a altura da parte aérea das plantas; o diâmetro do coleto; a área foliar; a matéria seca total, da parte aérea e das raízes; a razão de área foliar; a área foliar específica; a razão de peso da folha; a relação altura da parte aérea/diâmetro de colo; a relação parte aérea/raiz; a taxa de crescimento absoluto, a taxa de crescimento relativo; a taxa de assimilação líquida; o Índice de qualidade de Dickson e a eficiência do uso da água. Foi feita a análise dos diferentes padrões de qualidade de água utilizadas para irrigação, onde determinou-se pH, potássio, sódio, cloretos, ferro, fósforo total, nitrogênio amoniacal, cálcio, magnésio, enxofre, condutividade elétrica e razão de adsorção de sódio. Nenhum dos três padrões de qualidades de água apresentou restrição ao uso quanto à salinidade. No entanto, quando relacionada aos possíveis problemas de infiltração da água no solo, a água de abastecimento e de piscicultura apresentaram um severo grau de restrição e o efluente doméstico tratado apresentou uma moderada restrição. Em relação à toxicidade da água de irrigação, os três diferentes tipos de águas, não apresentaram nenhuma restrição e o valor de pH se apresentou normal, se enquandrando entre 6,5 e 8,4. Também não houve excesso de ferro e enxofre nas águas com os diferentes padrões de qualidade consideradas. A concentração de fósforo e nitrogênio amoniacal apresentaram valores normais, para água de abastecimento público e piscicultura, sendo inferior a 5 mg L-1 para nitrogênio e inferior a 30 mg L-1 para o fósforo. No entanto, para o efluente doméstico tratado, os níveis estiveram acima dos valores considerados normais para irrigação. De modo geral, observou-se efeito significativo da qualidade de água no crescimento das mudas de Eucalyptus ao longo dos períodos das medições, retratados na superioridade da área foliar; matéria seca total, da parte aérea e das raízes; razão de área foliar; área foliar específica; razão de peso da folha; relação altura da parte aérea/diâmetro de colo; relação parte aérea/sistema radicular e do Índice de Qualidade de Dickson quando foi utilizado o efluente oriundo do esgoto doméstico tratado. Palavras chave: Reuso de água, Eucalyptus ssp, subirrigação.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/4952
Appears in Collections:PPGCF - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese_4300_.pdf697.69 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.