Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5013
Title: CARACTERIZAÇÃO FÍSICA E QUÍMICA DE SUBSTRATOS COM LODO DE ESGOTO NA PRODUÇÃO DE MUDAS DE Aegiphila sellowiana Cham
metadata.dc.creator: SANTOS, F. E. V.
Keywords: 1;Lodo;2;Plantas Morfologia;3;Resíduos orgânicos;4;
Issue Date: 30-Jul-2013
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Citation: SANTOS, F. E. V., CARACTERIZAÇÃO FÍSICA E QUÍMICA DE SUBSTRATOS COM LODO DE ESGOTO NA PRODUÇÃO DE MUDAS DE Aegiphila sellowiana Cham
Abstract: SANTOS, F. E. V. CARACTERIZAÇÃO FÍSICA E QUÍMICA DE SUBSTRATOS COM LODO DE ESGOTO NA PRODUÇÃO DE MUDAS DE Aegiphila sellowiana Cham. 2013. Dissertação (Mestrado em Ciências Florestais) Universidade Federal do Espírito Santo, Alegre-ES. Orientadora: Profª. Drª. Sustanis Horn Kunz. Coorientador: Prof. Dr. Marcos Vinicius Winckler Caldeira. A produção de mudas florestais com qualidade está associada entre outros fatores, às características e formulações de cada substrato. Partindo desse princípio, o presente estudo teve por objetivo testar a eficiência do uso de diversos resíduos e vermiculita, associados ao lodo de esgoto como componente e fonte de nutrientes aos substratos para a produção de mudas de Aegiphila sellowiana, e relacionar as características físicas e químicas dos substratos formulados com a qualidade das mudas produzidas. Os substratos foram formulados com diferentes proporções de lodo de esgoto (80, 60, 40 e 20% ) associado à fibra de coco, vermiculita, palha de café in natura, composto orgânico (esterco bovino + palha de café in natura), casca de arroz carbonizada e casca de arroz in natura além de um substrato com 100% de lodo de esgoto e uma testemunha com 100% de substrato comercial. O experimento foi conduzido em um delineamento inteiramente casualizado com 26 tratamentos e cinco repetições de quatro plantas. Foram realizadas análises físicas e químicas dos substratos formulados e dos componentes puros. Após 45 dias da implantação do experimento, foi realizado o raleio das plântulas, permanecendo apenas um indivíduo por tubete. Após 120 da implantação do experimento, foram coletados os dados referentes as variáveis de crescimento, a partir das quais foram obtidos os índices de qualidade. A utilização de diferentes proporções de resíduos contribuiu para a melhoria de algumas propriedades físicas do substrato. O aumento das proporções de lodo de esgoto promoveram diminuição da macroporosidade (Macrop), aumento da densidade global (Dg), água facilmente disponível (AFD), água disponível (AD) e microporosidade (Microp) dos substratos formulados. Em relação as análises químicas, o substrato comercial proporcionou as maiores médias para os teores disponíveis de fósforo, cálcio e magnésio além de condutividade elétrica e teor totais de sais solúveis dos substratos. O lodo de esgoto proporcionou aumento da fertilidade dos substratos com aumento de teores dos nutrientes, principalmente nitrogênio e fósforo, e do teor total de sais solúveis. De acordo com as características apresentadas, foram considerados mais adequados quimicamente para o desenvolvimento de mudas de espécies florestais os substratos formulados com o composto orgânico. As mudas produzidas com maiores proporções de lodo de esgoto resultaram em maiores médias para altura e diâmetro do coleto. Os tratamentos formulados com composto orgânico, especialmente as proporções de 60 e 80%, proporcionaram maiores médias para as características morfométricas avaliadas sendo os mais indicados para a produção de mudas de Aegiphila sellowiana. O substrato comercial proporcionou as menores médias para as características morfométricas avaliadas. Os maiores acúmulos de nutrientes da parte aérea das mudas de Aegiphila sellowiana foram obtidos no tratamento com 40% de lodo de esgoto associado com 60% de composto orgânico. Os nutrientes acumularam na seguinte ordem decrescente de: macronutrientes N>Ca>K>P>Mg>S. Palavras chave: resíduos orgânicos, biossólido, nutrição de mudas, crescimento inicial de plântulas.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5013
Appears in Collections:PPGCF - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese_6570_Dissertação Fernando Elair.pdf2.39 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.