Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5049
Title: EFICÁCIA DOS PARÂMETROS DO TRATAMENTO INDUSTRIAL NA TRATABILIDADE E DURABILIDADE DE MADEIRAS DE EUCALIPTO
metadata.dc.creator: LOPES, D. J. V.
Issue Date: 27-Nov-2014
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Citation: LOPES, D. J. V., EFICÁCIA DOS PARÂMETROS DO TRATAMENTO INDUSTRIAL NA TRATABILIDADE E DURABILIDADE DE MADEIRAS DE EUCALIPTO
Abstract: O objetivo deste trabalho foi avaliar a qualidade do tratamento preservativo industrial com CCA em moirões de Corymbia torelliana e E. urograndis. A qualidade do tratamento preservativo foi estabelecida mediante os parâmetros utilizados no processo de célula cheia, como, vácuo inicial e final de 550 mmHg por 30 minutos, pressão da autoclave de 11 kgf.cm-2 durante uma hora, e 2% de ingrediente ativos de CCA. Os moirões de Corymbia torelliana foram provenientes de um plantio com idade de 11 anos, propagados por semente e os de E. urograndis de um plantio com idade de 9 anos. Ambas as madeiras eram provenientes de plantios comerciais da empresa Ambiental Madeiras S.A, localizada em Pinheiros, Espírito Santo. Foram avaliados 108 moirões, 54 de cada espécie, em intervalos de umidade compreendidos entre, 15 a 20%; 20 a 30% e acima de 30% e em três classes diamétrica, 8 a 10 cm, 10 a 12 cm e 12 a 14 cm. Destes 54 moirões, 36 de cada espécie foram separados para o tratamento preservativo e 18 de cada espécie como não tratada para comparar as propriedades de durabilidade da madeira e massa específica básica. Foram analisadas a penetração, retenção e resistência aos fungos Postia placenta, Gloeophyllum trabeum e Trametes versicolor e ao térmita xilófago Nasutitermes corniger no ensaio de alimentação forçada e de preferência alimentar. Os resultados indicaram diferenças entre a massa específica básica e aparente, % cerne e alburno, relação cerne:alburno e comprimento dos moirões entre as espécies. De maneira geral a penetração de cobre mostrou-se profunda e regular, independente da umidade e diâmetro empregados. A retenção dos ingredientes ativos do CCA classifica a madeira para o contato com o solo. O efeito do tratamento preservativo conferiu aos moirões aumento de resistência contra o térmita xilófago Nasutitermes corniger em ambos os ensaios, sobretudo no ensaio de alimentação forçada em que a perda de massa foi menor. O desgaste atribuído aos corpos de prova registraram as melhores notas na classe diamétrica de 8 a 10 cm em ambas as posições no disco. Os parâmetros utilizados no tratamento preservativo proporcionaram à madeira a classificação de altamente resistente contra os três fungos testados. As madeiras não tratadas foram classificadas, como moderadamente resistentes. De modo geral, as espécies foram menos resistentes ao fungo de podridão branca, Trametes versicolor. A massa específica aparente, teor de umidade pelo método resistivo e volume tratável não demonstraram correlação com a retenção de CCA. Por outro lado, a perda de massa causada no ensaio de preferência alimentar apresentou correlação significativa e negativa para ambas as espécies. A madeira de E. urograndisregistrou melhores características de penetração e retenção, bem como resistência a fungos e térmitas xilófagos. Palavras-chave: Umidade, classe diamétrica, ensaios biológicos, qualidade do tratamento.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5049
Appears in Collections:PPGCF - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese_8291_Dercilio Junior Verly Lopes_201420150525-105825.pdf2.59 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.