Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5060
Title: MAPEAMENTO DA VEGETAÇÃO URBANA E DISTRIBUIÇÃO ESPACIAL E TEMPORAL DE ILHAS DE CALOR
metadata.dc.creator: OLIVEIRA, F. S.
Keywords: 1;Cobertura vegetal;2;Florestas urbanas;3;Conforto térm
Issue Date: 13-Mar-2015
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Citation: OLIVEIRA, F. S., MAPEAMENTO DA VEGETAÇÃO URBANA E DISTRIBUIÇÃO ESPACIAL E TEMPORAL DE ILHAS DE CALOR
Abstract: RESUMO OLIVEIRA, Felício Santos de. Mapeamento da vegetação urbana e distribuição espacial das ilhas de calor do município de Vila Velha, ES. 2015. Dissertação (Mestrado em Ciências Florestais) Universidade Federal do Espírito Santo, Jerônimo Monteiro, ES. Orientador: Prof. Dr. Alexandre Rosa dos Santos. Coorientador: Prof. Dr. Aderbal Gomes da Silva. OLIVEIRA, Felício Santos de. Mapeamento da vegetação urbana e distribuição espacial e temporal de ilhas de calor. 2015. Dissertação (Mestrado em Ciências Florestais) Universidade Federal do Espírito Santo, Jerônimo Monteiro, ES. Orientador: Prof. Dr. Alexandre Rosa dos Santos. Coorientador: Prof. Dr. Aderbal Gomes da Silva. O crescimento urbano desordenado e as ocupações irregulares da terra dificultam a execução de planejamentos adequados que viabilizem a integração das áreas construídas e vegetadas, provocando a depreciação da qualidade de vida nas cidades. As transformações das superfícies dos solos são responsáveis por profundas mudanças no balanço de energia, causando, dentre outras consequências, influência na dinâmica do movimento do ar, aumento da temperatura nas cidades e o fenômeno das ilhas de calor. O conjunto da vegetação em ambientes urbanos contribui para a melhoria da qualidade ambiental e manutenção do equilíbrio ecológico. Neste contexto, o presente trabalho teve como objetivo mapear e identificar a vegetação urbana da cidade de Vila Velha, localizada na região metropolitana da Grande Vitória, ES, e analisar os benefícios por ela proporcionados, sobretudo em relação ao efeito nas ilhas de calor. O trabalho foi dividido nas seguintes etapas metodológicas: a) mapeamento da vegetação urbana por fotointerpretação em tela; b) identificação e espacialização das áreas verdes; c) cálculo de índices de qualidade ambiental; d) aplicação de um algoritmo e técnicas de sensoriamento remoto para obtenção da distribuição da temperatura da superfície terrestre do município de Vila Velha; e f) avaliação ecológica das ilhas de calor no município de Vila Velha, em 16 datas entre os anos de 2008 e 2011. Como resultados foram obtidos 20,86 km² de vegetação urbana distribuídas em 16 classes, 42 espaços livres e 09 áreas verdes na cidade, bem como um Índice de Áreas Verdes (IAV) de 17,56 m²/habitante. Obteve-se ainda um coeficiente de correlação positivo entre os valores de Temperatura da Superfície (Ts) e o Índice de Áreas Construídas por Diferença Normalizada (NDBI), sendo observado e registrado um acréscimo de no mínimo 2,34°C das áreas urbanizadas em relação ao seu entorno não urbanizado Palavras-chave: cobertura vegetal, florestas urbanas, conforto térmico, geotecnologias.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5060
Appears in Collections:PPGCF - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese_8564_Dissertação_Felício S. Oliveira.pdf2.46 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.