Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5069
Title: ANÁLISE QUÍMICA DA MADEIRA TRATADA COM CCA C, DO CARVÃO VEGETAL E DO LICOR PIROLENHOSO
metadata.dc.creator: EUFLOSINO, A. E. R.
Keywords: 1;Eucalipto;2;Solução extratora;3;Carvão;4;Resíduos;
Issue Date: 31-Jul-2015
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Citation: EUFLOSINO, A. E. R., ANÁLISE QUÍMICA DA MADEIRA TRATADA COM CCA C, DO CARVÃO VEGETAL E DO LICOR PIROLENHOSO
Abstract: A madeira tratada, após o termino de sua vida útil em serviço é descartada, na maioria das vezes, de forma incorreta, pois os resíduos são tóxicos. Medidas para reutilizar ou reciclar este material vem sendo alvo de pesquisas em vários países. Os objetivos da pesquisa foram avaliar a quantidade de arseniato de cobre cromatado - CCA - C em resíduos de madeira tratada e a eficiência da metodologia empregada, a fim de reutilizar a madeira descontaminada. Os resíduos de madeira tratada foram transformados em cavacos com dimensões de 0,50 x 3,0 x 3,0 cm (tangencial x radial x longitudinal), e uma parte destes foi triturada em moinho tipo Willey e a outra carbonizada. O carvão, os subprodutos da carbonização e a madeira na forma de serragem foram avaliados para verificar a quantidade de CCA presente nos mesmos. A serragem e o carvão triturado foram extraídos com soluções de 0,1 mol L-1 dos ácidos sulfúrico e acético e dos hidróxidos de sódio e de potássio, durante duas, quatro e seis horas. O material das extrações foi lavado e a quantidade de CCA - C presente avaliada. Os resultados mostraram que a solução extratora mais eficiente na remoção do CCA da madeira e do carvão foi a de ácido sulfúrico. O tempo de extração de seis horas foi o que obteve melhores resultados. Foi também possível observar que o processo de extração do produto preservativo é mais eficiente quando se utiliza a madeira, do que o carvão e que, durante a carbonização da madeira tratada parte dos óxidos é lançada na atmosfera, uma vez que o líquido pirolenhoso obteve CCA em sua composição. Os resultados obtidos, tanto para madeira, quanto para o carvão não foram suficientes para que os resíduos fossem considerados não perigosos. As madeiras e carvões depois de extraídos e os efluentes resultantes do processo de extração da madeira e do carvão, em sua maioria, foram considerados perigosos, demandando uma maior atenção no seu descarte.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5069
Appears in Collections:PPGCF - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese_8964_Dissertação Allan Ewerton R. Euflosino.pdf890.98 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.