Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5073
Title: RELAÇÃO ENTRE PRECIPITAÇÃO E TURBIDEZ EM CURSOS D ÁGUA NO ESPÍRITO SANTO
metadata.dc.creator: PENEDO, P. H. S.
Keywords: bacias hidrográficas;análise de agrupamento;correlação par
Issue Date: 28-Aug-2015
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Citation: PENEDO, P. H. S., RELAÇÃO ENTRE PRECIPITAÇÃO E TURBIDEZ EM CURSOS D ÁGUA NO ESPÍRITO SANTO
Abstract: Objetivou-se com a realização deste trabalho avaliar a relação entre a turbidez e características morfométricas e de uso do solo em 50 bacias hidrográficas no Estado do Espírito Santo. Foram selecionados 50 pontos de adução de água bruta operados pela Companhia Espírito Santense de Saneamento (CESAN) para tratamento e fornecimento à rede de abastecimento público. Para controle do processo de tratamento e dosagem de reagentes, dados de turbidez são coletados periodicamente. Neste estudo foi utilizado médias mensais de turbidez de 48 meses, de Janeiro de 2006 a Dezembro de 2008. As bacias hidrográficas foram delimitadas com a utilização de um modelo digital de elevação hidrologicamente consistido, obtido em ambiente SIG, bem como as respectivas características morfométricas. Os dados de precipitação média mensal de estações pluviométricas referentes ao período foram espacializados utilizando a técnica geoestatística krigagem ordinária. Os dados de uso do solo são oriundos do banco de dados do Instituto Estadual do Meio Ambiente IEMA e da base de dados geográficos do Estado do Espírito Santo Geobases. Foi realizada a análise de regressão entre a turbidez e a precipitação em todas as bacias, resultando em equações com r2 variando entre 0,90 e 0,015. Após eliminação de variáveis independentes com alto coeficiente de correlação entre si, para redução da multicolinearidade, aplicou-se a técnica de análise de agrupamento hierárquico para agrupar as bacias quanto as características morfométricas e de uso de solo similares. Foi realizada a análise de correlação parcial entre as variáveis nos grupos obtidos, para avaliação de sua influencia na turbidez. Foi realizada a análise de regressão múltipla entre as variáveis e a turbidez nos grupos obtidos, resultando em equações ajustadas com r2 entre 0,68 e 0,16. As variações da interação da precipitação, das características morfométricas e de uso do solo com os níveis de turbidez que ocorrem em escala sub-mensal não puderam ser percebidos, o que pode ter contribuído para a imprecisão dos modelos ajustados. Palavras-chave: bacias hidrográficas; análise de agrupamento; correlação parcial.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5073
Appears in Collections:PPGCF - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese_9152_Dissertação Pedro Penedo.pdf14.32 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.