Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5106
Title: Rejeitos da indústria de filetagem de tilápia na alimentação de juvenis de tilápia do Nilo (Oreochromis niloticus)
metadata.dc.creator: Pacheco, Mateus Laender
Keywords: desempenho;digestibilidade;processamento;resíduos;silage;acid silage;digestibility;performance;processing waste
Issue Date: 26-Mar-2012
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Abstract: Objetivou-se com este trabalho avaliar as características físico-químicas e nutricionais da silagem ácida de resíduos da filetagem de tilápia e o desempenho de juvenis de tilápia do Nilo (Oreochromis niloticus) arraçoados com dietas constituídas dessa silagem. Para tanto foram realizados três experimentos, sendo o primeiro para avaliar a variação do pH e a composição bromatológica de silagens formuladas com resíduos da filetagem de tilápia com: 5% de ácido acético, 3% de ácido acético + 2% de ácido fosfórico e 5% de ácido fosfórico. O preparo da silagem consistiu na moagem do resíduo, acidificação, homogeneização e monitoramento do pH durante 30 dias. Foram efetuadas análises para a determinação da umidade, proteína bruta, extrato etéreo e matéria mineral das silagens nos dias 0, 10, 20 e 30 de armazenamento. Os valores de pH ao final do tempo de armazenamento para as silagens de ácido acético, acético + fosfórico e fosfórico foram de 4,37; 4,11 e 3,42 respectivamente. Observou-se efeito (P<0,05) para os diferentes tipos de ácidos utilizados na confecção das silagens quanto para os diferentes períodos de armazenamento, sobre os parâmetros analisados, com exceção da umidade da silagem de ácido acético. A silagem ácida de resíduos da filetagem de tilápia acidificada com 5% de ácido acético apresentou composição bromatológica superior às demais silagens, podendo ser utilizada na alimentação animal assim que ocorre a estabilização do pH aos 21 dias de armazenamento. No segundo experimento, objetivou-se determinar os valores dos coeficientes de digestibilidade aparente da matéria seca, proteína bruta e energia bruta da silagem ácida de resíduos da filetagem de tilápia pela tilápia do Nilo (Oreochromis niloticus) em duas faixas de peso (25 g e 130 g de peso vivo), alimentadas com dietas constituídas de níveis crescentes desse alimento. Foram utilizados 720 juvenis, masculinizados, sendo 360 com peso médio de 25 g (ensaio 1) e 360 com peso médio de 130g (ensaio 2), acondicionados em cubas cilíndricas de fundo cônico com capacidade de 60 L e de 200 L de água, respectivamente. Para a determinação dos coeficientes de digestibilidade aparente, foi utilizada uma ração referência a qual foi misturada ao ingrediente teste (pré-seco) nas proporções de 95:05, 90:10, 85:15, 80:20 e 70:30, constituindo as rações teste. Os coeficientes de digestibilidade aparente (%) da matéria seca, proteína bruta e energia bruta obtidos no ensaio 1 foram respectivamente de 93,57; 97,05 e 94,50 para 5% de inclusão, 93,15; 96,74 e 95,08 para 10% de inclusão, 92,54; 96,86 e 95,60 para 15% de inclusão, 91,92; 95,88 e 94,96 para 20% de inclusão, 91,47; 95,39 e 94,80 para 30% de inclusão, enquanto que os valores no ensaio 2 foram 84,62; 90,35 e 82,21 para 5% de inclusão, 82,85; 90,33 e 83,41 para 10% de inclusão, 83,18; 90,61 e 84,56 para 15% de inclusão, 84,12; 86,44 e 85,61 para 20% de inclusão e 87,54; 91,20 e 88,65 para 30% de inclusão. A silagem ácida de resíduos da filetagem de tilápia é alimento proteico com bons coeficientes de digestibilidade. Em ensaios de digestibilidade, recomenda-se nível de inclusão de 5% para juvenis com 25 g e nível de 30% para juvenis com 130g. No terceiro experimento objetivou-se avaliar o desempenho e a composição de carcaça de juvenis de tilápia do Nilo (Oreochromis niloticus) alimentados com rações contendo diferentes níveis de silagem ácida de resíduos da filetagem de tilápia. Foram utilizadas cinco rações experimentais com 0% (tratamento 1), 5% (tratamento 2), 10% (tratamento 3), 15% (tratamento 4) e 20% (tratamento 5) de silagem. As variáveis de desempenho analisadas foram: peso final, consumo de ração, conversão alimentar aparente, ganho de peso, taxa de sobrevivência, eficiência proteica para ganho, taxa de crescimento específico e eficiência de retenção de nitrogênio. As variáveis de composição de carcaça foram: deposição de gordura e proteína corporal e teores de umidade, proteína, matéria mineral e gordura da carcaça. Foram distribuídos 1.200 juvenis em delineamento experimental inteiramente ao acaso, em cinco tratamentos e oito repetições e 30 peixes por unidade experimental. Os peixes foram alojados em aquários de polietileno com capacidade para 300 L de água. Com exceção da taxa de sobrevivência e da deposição de gordura corporal, as demais variáveis analisadas apresentaram efeito (P<0,05). A silagem ácida de resíduos de filetagem de tilápia pré-seca pode ser incluída em até 5,83% (21,59% na matéria natural) em dietas para juvenis de tilápia do Nilo, para máximo ganho de peso.
The objective of this study was to evaluate the phy sico-chemical and nutritional characteristics of the waste acid silage of tilapia and performance of juvenile Nile tilapia (Oreochromis niloticus) fed diets consisting of silage. For both experiments were carried out, being the first to evaluate the change in pH and chemical composition of silages made with residues of tilapia with: 5% acetic acid, 3% acetic acid + 2% phosphoric acid and 5% phosphoric acid. The preparation of the silage was the grinding of the residual acidification, homogenising and monitoring pH during 30 days. Analyzes were performed to determine the moisture, crude protein, ether extract and mineral matter of the silages at days 0 , 10, 20 and 30 of storage. The pH at the end of storage time for silage acetic acid, phosphoric acetic and phosphoric + were 4.37, 4.11 and 3.42 respectively. Effect was observed (P<0.05) for the different types of acids used in making silage and for different periods of storage on the parameters analyzed, except for moisture silage acetic acid. The acid silage from tilapia filleting residue acidified with 5% acetic acid showed the chemical composition superior to other treatments may be used in animal feed so to stabilization of pH at 21 days of storage. In the second experiment aimed to determine the coefficients of apparent digestibility of dry matter, crude protein and gross energy of the acid silage of tilapia residues for Nile tilapia (Oreochromis niloticus) in two weight ranges (25 g and 130 g body weight), fed diets with increasing levels of food. 720 juveniles were used, male domination, and 360 with an average weight of 25 g (experiment 1) and 360 with an average weight of 130 g (test 2), packe d in cylindrical tanks with conical bottom capacity of 60 L and 200 L of water , respectively. For the determination of apparent digestibility coefficients, was used a reference diet, which was mixed with the ingredient test (pre-dried) in the proportions 95:05, 90:10, 85:15, 80:20 and 70:30, making the test rations. The apparent digestibility coefficients (%) of dry matter, crude protein and gross energy obtained in trial 1 were respectively 93.57, 97.05 and 94.50 for 5% inclusion, 93.15, 96.74 and 95.08 to 10% inclusion, 92.54, 96.86 and 95.60 to 15% inclusion, 91.92, 95.88 and 94.96 to 20% inclusion, 91.47, 95.39 and 94.80 to 30% of addition, while the values in Test 2 were 84.62, 90.35 and 82.21 to 5% inclusion, 82.85, 90.33 and 83.41 to 10% of inclusion , 83.18, 90.61 and 84.56 to 15% inclusion, 84.12, 86.44 and 85.61 to 2 0% of inclusion and 87.54, 91.20 and 88.65 to 30% inclusion. The waste acid silage of tilapia is food with good protein digestibility. Assays digestibility, it is recommended dietary level of 5% to juvenile 25 g 30% level for juvenile with 130 g. In the third experiment aimed to evaluate the performance and carcass composition of juvenile Nil e tilapia (Oreochromis niloticus) fed diets containing different levels of acid silage of tilapia waste. Five experimental diets were used containing 0% (treatment 1), 5% (treatment 2), 10% (treatment 3), 15% (treatment 4) and 20% (treatment 5) of silage. The performance variables analyzed were: final weight, feed intake, feed conversion, weight gain, survival rate, protein efficiency for gain, specific growth rate and efficiency of nitrogen retention. The carcass composition variables were: deposition of body fat and protein and moisture, protein, ash and fat from the carcass. 1200 juveniles were distributed in completely randomized experimental design in five treatments and eight replicates and 30 fish per experimental unit. Fish were housed in polyethylene tanks with a capacity of 300 L of water. With the exception of survival rate and body fat deposition, the remaining variables had an effect (P<0.05). The acid silage of tilapia filleting residue pre-drought can be included up to 5.83% (21.59% in fresh matter) in diets for juvenile Nile tilapia, for maximum weight gain
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5106
Appears in Collections:PPGCV - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese_5659_MATEUS LAENDER PACHECO.pdf3.93 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.