Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5107
Title: Folículos residuais subsequentes à aspiração folicular em bovinos
metadata.dc.creator: Dórea, Marcus Dantas
Keywords: Esteroidogênese;Ovum pick-up;Produção in vitro de embriões
Issue Date: 30-Mar-2012
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Abstract: Objetivou-se com este estudo avaliar a taxa de folículos residuais pós-aspiração de folículos ovarianos de 8 e 12 mm de diâmetro, por meio da avaliação dos fatores endócrinos, analisando a interferência destas estruturas no desenvolvimento normal da dinâmica de crescimento. Foram selecionadas vacas da raça Holandesa (N=13) não lactantes e com dois ciclos estrais normais consecutivos; estas foram tratadas com 500mg de cloprostenol sódico (Sincrocio®) e 3 mg de norgestomet (Crestar®) (D0), 2 mg de benzoato de estradiol (Sincrodiol®) (D1), após a emergência da onda folicular foram distribuídas aleatoriamente em dois tratamentos caracterizados pela ausência ou presença de implantes de norgestomet, cada tratamento dividido em dois grupos: presença do implante e folículo de 8 mm (G1), ausência do implante e folículo de 8 mm (G2), presença do implante e folículo de 12 mm (G3) e ausência do implante e folículo de 12 mm (G4). O monitoramento ultrassonográfico (Esaote Pie Medical®) foi realizado duas vezes ao dia com intervalo de 12 horas. Os folículos ovarianos foram aspirados com 8 e 12mm e avaliados quanto à presença do resíduo ao processo de aspiração, quando residual, eram aspirados novamente. Os dados de dinâmica de crescimento folicular, perfil hormonal do plasma sanguíneo e do fluído folicular foram verificados quanto à distribuição normal, pelo teste de Shapiro-Wilk e comparadas nos diferentes tratamentos pelo teste t de student. Os dados de perfil de esteroidogênico dos folículos aspirados em diferentes diâmetros foram analisados pelo SAS GLM procedure para o principal efeito de tratamento e as comparações foram feitas pelo teste F. O nível de significância adotado foi de 5%. O tratamento com progestágeno não afetou o crescimento folicular. A taxa de folículo residual foi de 74.6%. O tratamento com progestágeno não afetou (P>0.05) o percentual de folículos residuais, independente do diâmetro do folículo, no entanto, o efeito do diâmetro folicular aproximou a significância estatística (P=0.07). Os folículos residuais cresceram cerca de 5 mm ao dia. Dos folículos residuais aproximadamente 65% se tornaram folículos ativos, 12% folículos luteinizados e 23% folículos inativos. Conclui-se que a presença de folículos residuais ocorre na maioria dos folículos aspirados com maior frequência em 12 mm e grande parte ativos e com elevada concentração de estradiol.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5107
Appears in Collections:PPGCV - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese_5660_DISSERTAÇÃO - MARCUS DÓREA.pdf936.59 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.