Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5109
Title: Uso de Doppler Colorido na Avaliação funcional do corpo lúteo em bovinos
metadata.dc.creator: AREAS, V. S.
Keywords: Função luteal;progesterona;especificidade;bovinos
Issue Date: 9-Jul-2012
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Citation: AREAS, V. S., Uso de Doppler Colorido na Avaliação funcional do corpo lúteo em bovinos
Abstract: Objetivou-se avaliar o padrão vascular luteal entre o 12º e 20º dias pós-inseminação em bovinos e determinar a confiabilidade do uso de Doppler colorido para predizer animais não-gestantes 20 dias após a Inseminação artificial em tempo fixo (IATF), utilizando como único parâmetro a avaliação visual do fluxo sanguíneo no corpo lúteo (FSCL). Foram utilizadas vacas e novilhas mestiças de Holandês x Gir, submetidas a protocolo de IATF, em duas repetições. No primeiro estudo, os animais (n=115) foram monitorados no período de 12 a 20 dias após a primeira IATF, e o corpo lúteo (CL) avaliado a cada 48h utilizando-se um equipamento portátil de ultrasonografia equipado com a função Doppler colorido (MyLab30, Esaote, Italia) e probe linear retal de 7,5 MHz. Foi calculada a área total do CL (ACL), área da cavidade luteal (CCL), área de tecido luteal (ATL, ACL menos área da CCL, se presentes), área do sinal Doppler (AV) e proporção entre AV e ATL (PV). No D30, os animais foram submetidos ao diagnóstico de gestação. A atividade luteal foi monitorada pela determinação da concentração plasmática de progesterona (CPP) no sangue, coletado em todos os dias em que ocorriam os exames ultrassonográficos. Os valores de ACL, CCL, ATL, AV, PV e CPP entre o D12 e D20 foram comparados entre animais posteriormente classificados como gestantes ou não gestantes. Não houve efeito de dia nas variáveis ACL, CCL, ATL, AV, PV e CPP de animais posteriormente diagnosticados como gestantes (P>0,05). Nos animais não gestantes, houve redução (P<0,01) nos parâmetros luteais até o D20. Apesar das medidas realizadas com Doppler colorido (AV e PV) apresentarem elevados CVs (>50%), elas apresentaram diferenças significativas entre animais gestantes e não gestantes mais cedo em relação à ATL (diferenças a partir de D18), a CPP (D18) e ACL (D20). No experimento 2, foram consideradas as avaliações (n=208) realizadas nos animais nas duas baterias de IATF 20 dias após a inseminação (D20). Os animais tiveram o fluxo sanguíneo luteal avaliado por ultrasonografia Doppler, conforme descrito no primeiro experimento. Com base unicamente na avaliação visual e subjetiva do FSCL, os animais foram classificados como gestantes ou não gestantes. No D30, o mesmo operador realizou o diagnóstico de gestação (DG) final. O DG final foi comparado retrospectivamente com o diagnóstico baseado no FSCL e o resultado de cada animal classificado como correto ou incorreto. O número de verdadeiro-positivos (VP), verdadeiro-negativos (VN), falsopositivos (FP) e falso-negativos (FN) foram inseridos em uma tabela de contingência 2x2. A sensibilidade (SEN), especificidade (ESP), valor preditivo positivo (VPP), valor preditivo negativo (VPN) e acurácia/confiabilidade (ACC) do diagnóstico por FSCL foram calculados com as seguintes equações: SEN=VP/(VP+FN); ESP=VN/(FP+VN); VPP=VP/(VP+FP); VPN=VN/(FN+VN); e ACC=(VP+VN)/n total. Variáveis binomiais (taxa de gestação e proporções) foram analisadas pelo teste quiquadrado. Os parâmetros de desempenho do diagnóstico baseado no FSCL foram: SEN=97,1%; ESP=51,9%; VPP=66,9%; VPN=94,7%; e ACC=74,5%. A proporção de FP foi 24,0% (50/208) e a de FN foi 1,4% (3/208). Conclui-se que o uso do Doppler colorido pode resultar em diagnósticos mais precoces e mais acurados de alterações da função luteal no período de reconhecimento materno da gestação e que a avaliação visual do FSCL 20 dias após a IATF pode ser utilizada na identificação de animais não-gestantes para re-sincronização.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5109
Appears in Collections:PPGCV - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese_6068_DISSERTAÇÃO - VAGNER SARMENTO.pdf6.88 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.