Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5123
Title: Diversidade e Estrutura Genética de Euterpe Edulis Martius.
metadata.dc.creator: CARVALHO, M. S.
Keywords: melhoramento genético;conservação;palmiteiro juçara;Mata
Issue Date: 25-Feb-2015
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Citation: CARVALHO, M. S., Diversidade e Estrutura Genética de Euterpe Edulis Martius.
Abstract: Euterpe edulis Mart., popularmente conhecida como palmiteiro juçara é uma palmeira endêmica da Mata Atlântica, que vem passando por intenso processo de extrativismo devido à exploração de palmito, produto de alto valor alimentício. Devido à fragmentação florestal e ao extrativismo ela pode estar perdendo sua diversidade genética e tornando-se mais propensa a entrar em extinção. O objetivo deste trabalho foi avaliar a diversidade e estrutura genética em seis municípios da região Sul do estado de Espírito Santo, visando gerar informação que possa ser usada em programas de conservação e melhoramento da espécie. Foi coletado material de 20 populações, seis destas com 39 indivíduos pertencentes à sub-região Sul e 14 populações com 121 indivíduos da sub-região Caparaó, totalizando 160 indivíduos. Foram utilizados 13 primers microssatélites. Os SSR amplificaram um total de 86 alelos que variaram de cinco a 11 alelos por loci, com média de 6,62 alelos. O Conteúdo de informação polimórfica foi superior a 0,56 em todos os loci. A heterozigosidade esperada foi maior que a observada em todas as populações e o índice de fixação foi positivo indicando excesso de homozigotos. Os índices de diversidade mostraram diferenciação moderada entre as 20 populações avaliadas (FST=0,18; GST=0,17; RST=0,23) e presença de endogamia (FIS = 0,35). Os valores destes parâmetros foram semelhantes entre as populações de cada sub-região, no entanto Caparaó apresentou maior endogamia (FIS=0,37) e Sul maior diferenciação (FST=0,19). A análise de variância molecular indicou elevada variação dentro de populações (80,64%) com valor moderado de FST (0,18). No agrupamento pelo método UPGMA foi formado três grupos, e na avaliação feita pelo programa STRUCTURE obteve melhor K igual a 3. Todos os grupos foram formados por populações de mais de uma localidade, e principalmente de uma mesma origem geográfica. Considerando ainda a existência de populações compostas por indivíduos divergentes e outras que apresentam alto nível de homozigosidade é necessário utilizar materiais de fontes diversas a fim de preservar e manter a diversidade. As informações deste trabalho reforçam a necessidade de serem VIII traçadas e implementadas políticas públicas como apoio e desenvolvimento de programas de melhoramento da espécie visando determinar métodos de manejo e conservação da espécie.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5123
Appears in Collections:PPGGM - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese_8374_Dissertação Final Marina Santos Carvalho.pdf1.7 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.