Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5194
Title: Atributos físico-hídricos do solo em lavoura de café conilon submetida à subsolagem
metadata.dc.creator: SOUZA, J. M.
Issue Date: 21-Feb-2013
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Citation: SOUZA, J. M., Atributos físico-hídricos do solo em lavoura de café conilon submetida à subsolagem
Abstract: O preparo adequado do solo promove modificações nos atributos físicos, principalmente na estrutura podendo modificar a capacidade de armazenamento de água, fundamental na determinação das necessidades de irrigação para as culturas. O objetivo deste trabalho foi avaliar os efeitos do preparo do solo, para plantio de café Conilon (Coffea canephora Pierre) submetidos à subsolagem, nas propriedades físicas e hídricas do solo. A área do experimento foi composta por três talhão T11, T7 e T3, cultivadas com cafeeiro a 11, 7 e 3 anos respectivamente, que foram submetidas à subsolagem profunda nas linhas na implantação. Para as avaliações físico-hídricas do solo, foram retiradas amostras deformadas e indeformadas, na linha (P1) e entrelinha (P2) da cultura e a quatro profundidades 0-20, 20-40, 40-60, 60-80 cm. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado, com três repetições. As propriedades do solo avaliadas foram densidade do solo, porosidade total, macroporosidade e microporosidade, além da curva de retenção de água, condutividade hidráulica saturada, resistência à penetração do solo, e o índice S. A densidade do solo, volume total de poros e macroporosidade apresentaram diferença significativa entre os pontos nas camadas superiores, com maior volume total de poros e macroporos para o ponto P1 e uma maior densidade do solo para o ponto P2, não diferindo das demais camadas. O volume total de poros apresentou comportamento inverso à densidade do solo e houve aumento da microporosidade e diminuição da macroporosidade em profundidade. Entre os talhões com diferentes idades, as propriedades físicas do solo não apresentaram diferença significativa, mostrando que as melhorias da subsolagem persistente ao longo dos anos nessa condição de cultivo. A resistência à penetração diferiu entre os pontos, ocorrendo um aumento com a profundidade, não diferindo entre os talhões. Foi observado correlação positiva com densidade e porosidade do solo e negativa com macroporosidade. A condutividade hidráulica do solo saturado apresentou diferença entre os pontos, nas camadas de 0-40 cm, não apresentando diferença entre os talhões. Ocorreu uma correlação negativa da resistência à penetração e microporosidade e correlação positiva com macroporosidade. O coeficiente de determinação de ajuste das curvas de retenção de água no solo foi superior a 98 %, e os parâmetros de ajuste aumentaram com a profundidade. A disponibilidade de água apresentou-se, em geral, maior na linha do cafeeiro, até 60 cm, mostrando o beneficio da subsolagem na retenção de água. O índice S foi maior na linha, apresentando alta correlação com a porosidade e densidade do solo. A subsolagem alterou as propriedades físicas do solo, proporcionando um equilíbrio entre macro e microporosidade, aumento da disponibilidade de água e condutividade hidráulica do solo, maior retenção de água em baixas tensões. O índice S mostrou-se como uma boa ferramenta para avaliar a qualidade do solo nessas condições. Palavras-chave: Coffea canephora, Preparo do solo, Manejo de Irrigação, Curva de Retenção, Condutividade hidráulica, porosidade do solo.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5194
Appears in Collections:PPGAT - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese_6298_.pdf1.56 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.