Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5218
Title: ''Etnoecologia da Comunidade de Catadores de Caranguejo de Mucuri, Bahia''.
metadata.dc.creator: FIRMO, A. M. S.
Issue Date: 27-Feb-2012
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Citation: FIRMO, A. M. S., ''Etnoecologia da Comunidade de Catadores de Caranguejo de Mucuri, Bahia''.
Abstract: O presente estudo foi desenvolvido com a comunidade de catadores de caranguejo do município de Mucuri BA, tendo como principal objetivo abordar sob a luz da etnobiologia o conhecimento bioecológico e as interações da comunidade de catadores de caranguejo em relação ao manguezal e seus recursos, bem como caracterizar o perfil sócio econômico das pessoas envolvidas, identificar as principais técnicas de captura e utilização dos recursos e interagir conceitos do conhecimento tradicional com o conhecimento científico. Seguindo este contexto o trabalho intitulado Etnoecologia da Comunidade de Catadores de Caranguejos de Mucuri, Bahia foi dividido em quatro capítulos. O primeiro capítulo, Perfil Sócio-econômico e conhecimento etnobioecológico dos catadores de caranguejo-uça Ucides cordatus (Linnaeus, 1763) de Mucuri, Bahia, Brasil aborda os aspectos socioeconômicos da comunidade de catadores de caranguejo, a captura e comercialização e os conhecimentos bioecológicos sobre Ucides cordatus. O segundo capítulo Densidade populacional do caranguejo-uçá, Ucides cordatus (Linnaeus, 1763) (Crustacea-Decapoda-Brachyura) no município de Mucuri, Bahia, Brasil além de disponibilizar informações sobre a densidade populacional de Ucides cordatus do manguezal de Mucuri BA, também registra a percepção da comunidade de catadores de caranguejos em relação ao estado de conservação do Manguezal e a densidade e produtividade do caranguejo-uçá em cada uma de suas áreas, visando desta forma uma contribuição para o manejo e conservação desta espécie nesta região. O terceiro capítulo Captura e comercialização do guiamum Cardisoma guanhumi (Lattreille, 1825) no litoral do Estado da Bahia: uma abordagem etnoecológica aborda o conhecimento bioecológico da comunidade de catadores em relação ao Cardisoma guanhumi, bem como a captura e comercialização desta espécie. E por ultimo, o capítulo Percepção das mudanças ambientais e da Doença do Caranguejo Letárgico entre catadores de caranguejo em uma comunidade costeira brasileira, como o próprio título enfatiza, descreve a percepção da comunidade de catadores em relação à Doença do Caranguejo Letárgico (DCL) e das principais mudanças ambientais responsáveis pela diminuição dos estoques da espécie Ucides cordatus. A proposta metodológica utilizada nestes quatro estudos envolveu uma combinação de métodos qualitativos e quantitativos e os resultados demonstraram a existência de um grande conhecimento etnobioecológico por parte dos catadores sobre o manguezal e a espécie U. cordatus. Fica claro, então, que a inserção desta comunidade no processo de tomada de decisões estratégicas em relação ao manejo e conservação desta espécie e seu ecossistema, só pode ser considerada como uma atitude correta que poderá garantir o sucesso na conservação das riquezas naturais estuarinas e costeiras, além de assegurar o resgate e o fortalecimento desta cultura, rica de conhecimento e história que tanto tem a contribuir e colaborar aos estudos e pesquisas científicas, para a preservação e conservação de todo um ecossistema de grande importância sócio-ambiental, que é o manguezal.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5218
Appears in Collections:PPGBT - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese_5989_Dissertação_Angelica_Scaldaferri_PPGBT.pdf50.67 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.