Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5284
Title: "Análise histológica retrospectiva de glândula salivar menor em pacientes com síndrome seca"
metadata.dc.creator: GIOVELLI, R. A.
Keywords: Biópsia de glândula salivar;Síndrome de Sjörgren;
Issue Date: 18-Nov-2013
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Citation: GIOVELLI, R. A., "Análise histológica retrospectiva de glândula salivar menor em pacientes com síndrome seca"
Abstract: Introdução:A Síndrome de Sjögren (SS) apesar de prevalente, ainda é pouco diagnosticada. A biópsia de glândula salivar labial (BGSL) é o método diagnóstico com maior acurácia, mas ainda pouco realizada na prática clínica, apesar de fazer parte dos últimos 3 critérios de classificação da doença. O estudo da acurácia da BGSL em uma amostra da prática clínica pode auxiliar a estabelecer quando indicar este procedimento. Objetivos: Este estudo avaliou a utilidade da BGSL para o diagnóstico da SS primária (SSp) estudando a sensibilidade e especificidade da BGSL e o perfil clínico dos pacientes encaminhados para biópsia. Métodos: Análise retrospectiva de laudos anatomopatológicos das BGSL e dados de prontuário de pacientes submetidos à BGSL entre 2008 e 2011. Resultados: Das 290 biópsias realizadas neste período, 74 foram excluídas por dados clínicos insuficientes. Dos 216 pacientes restantes, 0,46% (n=1) era portador de vírus da hepatite C, 30,1% (n=65) apresentava SSp e 8,8%(n=19) SS secundária (SSs). Na amostra, 94,3% (n=203) apresentavam síndrome seca, sendo 51,6% (n=111) somente secura e 42,7% (n=92) outros sintomas associados; 66,9% (n=114) apresentaram fluxo salivar não estimulado e/ou teste de Schirmer I reduzidos. Dentre os pacientes com disfunção lacrimal e/ou salivar associados ao anti-SSA/anti-SSB positivos, 70% (n=14) apresentaram também BGSL compatível com SS e todos preencheram os critérios AEGC para SS. A maioria (85,1%, n=23) sem disfunção lacrimal e salivar, além de anticorpo negativo, tiveram BGSL com < 1 focus score e nenhum preencheu AECG. A BGSL foi necessária em 67,6% (n=44) para concluir presença de SS baseado no critério AECG. A sensibilidade e a especificidade da BGSL encontradas foram 86,57% e 97,36% respectivamente. Dos 98 pacientes encaminhados com síndrome seca e fibromialgia, 36,7% (n=36) apresentaram SS e BGSL &#8805; 1 focus score. Em comparação aos indivíduos sem SS, os pacientes com SS eram mais velhos, apresentaram disfunção salivar e lacrimal mais severa, maior frequência de fibromialgia, de anticorpos FAN, anti-SSA, anti-SSB e mais manifestações sistêmicas. Entre os pacientes com SSp, as manifestações extraglandulares estiveram presentes em 38,46% (n=25) e linfoma em 3% (n=2). Conclusão: A BGSL possui alta sensibilidade e especificidade e tem contribuído na maioria dos casos para o diagnóstico de SS. É especialmente útil em pacientes com disfunção glandular e anticorpos negativos. A frequência de SS confirmada por BGSL em pacientes com sintomas secura e fibromialgia é elevada e a SS deve ser investigada nestes pacientes.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5284
Appears in Collections:PPGMED - Dissertações de Mestrado



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.