Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5319
Title: Saberes e Práticas no Processo de Inclusão Escolar no Município de Teixeira de Freitas - Bahia
metadata.dc.creator: OLIVEIRA, E. C. S.
Issue Date: 8-Mar-2016
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Citation: OLIVEIRA, E. C. S., Saberes e Práticas no Processo de Inclusão Escolar no Município de Teixeira de Freitas - Bahia
Abstract: O enfoque desta pesquisa está na prática pedagógica desenvolvida pelos professores nas salas de aula de ensino comum, práticas que impulsionam a inclusão. Ganha destaque o saber-fazer docente e o reconhecimento do professor como principal mediador da aprendizagem. Objetiva analisar como acontece o processo de escolarização, identificar os desafios e as possibilidades para a inclusão dos alunos com deficiência nas escolas comuns. O estudo tem fundamentação na matriz teórica da perspectiva histórico cultural de Vigotski, defensor de que a aprendizagem ocorre por meio das interações sociais. A pesquisa é de abordagem qualitativa, do tipo etnográfica, tendo como instrumento de coleta de dados o grupo focal e relatos de experiências, cuja análise de conteúdo foi subdividida em três grupos: 1º Grupo de dados Encontros de formação com os profissionais do sistema de ensino e com os pais de alunos com deficiência; 2º Grupo de dados - Relatos das práticas das professoras com os alunos que apresentam deficiência; 3º Grupo de dados Depoimentos e percepções das professoras dentro dos encontros do grupo focal. O quadro de sujeitos participantes da pesquisa se constitui de 09 (nove) professoras que lecionam para alunos com deficiência em 06 escolas da rede pública municipal de Teixeira de Freitas-Bahia. Os dados da pesquisa indicam as barreiras que impedem a inclusão entre as quais, destaca-se a ausência de cursos de formação para professores em educação inclusiva. Como desdobramento da pesquisa foram elaborados 20 de encontros de formação para os professores do município. Os resultados mostram que o processo de inclusão foi impulsionado por meio da prática e mediação desenvolvida pelas professoras no contexto escolar. Os resultados indicam ainda que a inclusão dos alunos com deficiência deve ter a participação de todos os envolvidos no sistema de ensino do município pesquisado. Palavras-chave: Perspectiva Histórico Cultural. Mediação e Aprendizagem. Práticas Inclusivas.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5319
Appears in Collections:PPGEEB – Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese_9583_DISSERTAÇÃO Elizete.pdf2.93 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.