Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5408
Title: Eficácia de medidas de higiene bucal sobre a microbiota oral potencialmente patogênica para pneumonia aspirativa em idosos residentes em instituições de longa permanência
metadata.dc.creator: Aguiar, Maria Cecília Azevedo de
Keywords: Boca - Cuidado e higiene;Pneumonia;Idosos - Saúde e higiene;Idosos - Assistência em instituições
Issue Date: 31-Oct-2008
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Abstract: A pneumonia aspirativa é um importante problema de saúde pública, devido à alta prevalência, altos índices de morbidade, mortalidade, internações e custos financeiros resultantes, especialmente em indivíduos idosos e institucionalizados. O objetivo deste estudo foi avaliar a eficácia in vivo da higiene bucal por meio de medidas mecânicas isoladas e em associação com clorexidina sobre a microbiota oral potencialmente patogênica para pneumonia aspirativa (bactérias aeróbias, Staphylococcus coagulase negativos e Staphylococcus aureus) e sobre o comportamento clínico da microbiota bucal, através da análise do acúmulo de saburra lingual, de idosos residentes em instituições de longa permanência. Para tanto, foi desenvolvido um estudo experimental com 108 sujeitos, divididos em dois grupos experimentais (A - higiene mecânica associada à aplicação tópica de gluconato de clorexidina e B - apenas higiene mecânica) e um grupo controle, no qual nenhuma intervenção foi realizada. No momento inicial, para os três grupos de estudo, foi avaliado o acúmulo de saburra lingual e aplicado um esfregaço com swab de gaze dos tecidos bucais, representativo da boca como um todo, para a realização de culturas e identificação bacteriana pelos procedimentos-padrão. No dia seguinte, foi iniciada a intervenção nos grupos A e B, com freqüência diária e duração de 15 dias. Ao final deste período, foram feitas novas avaliações, que se repetiram após 15 dias sem intervenção. Foram realizadas análises estatísticas descritivas e analíticas, com níveis de significância de 5% e intervalos de confiança de 95%. Ao final da intervenção, as medidas de higiene realizadas nos grupos A e B, em relação ao C, revelaram resultados semelhantes entre si, tendo eficácia estatisticamente significativa na redução da ocorrência de saburra lingual (freqüências em A, B e C, respectivamente, 33,3% X 22,6% X 90%, p < 0,001), de contagem total de aeróbios (medianas em A, B e C, respectivamente, 14,80 X 14,61 X 15,31, p = 0,004) e de Staphylococcus coagulase negativos (medianas em A, B e C, respectivamente, 2,54 X 2,17 X 3,60, p = 0,005), com retorno dessas variáveis próximo aos níveis iniciais após 15 dias do término do tratamento. Contudo, a intervenção não revelou eficácia antimicrobiana sobre S. aureus. Diante do exposto, conclui-se que não há evidências suficientes para indicar o uso da clorexidina nas práticas de higiene bucal com vistas à prevenção contra as pneumonias aspirativas em idosos residentes em instituições de longa permanência, sendo sugeridas, para tanto, as medidas de natureza mecânica.
Aspiratory pneumonia is an important public health problem, due to the high prevalence, high indices of morbidity, mortality, internment and financial costs, especially in institutionalized elderly patients. The objective of this study was to evaluate in vivo buccal hygiene efficacy, using isolated mechanic measures in association with chlorhexidine gluconate, on the oral microbiota potentially pathogenic to the aspiration pneumonia (aerobic bacteria, coagulase-negative staphylococcus and staphylococcus aureus) and the buccal microbiota clinical behavior, by the saburra accumulation analysis in elderly patients resident in longterm care institutions. It was developed an experimental study with 108 patients, divided in two experimental groups (A - mechanical hygiene associated to chlorhexidine gluconate topic application and B - only mechanical hygiene) and a control group, where no intervention was accomplished. At the initial it was evaluated the saburra accumulation and a gauze swab was applied in the oral tissues to carry out the cultures and bacterial identification by pattern-proceedings. In the next day, it was begun an intervention in groups A and B with a daily rate along 15 days. It was accomplished new evaluations, repeated at each 15 days without any intervention. It was carried out descriptive and analytic statistical analysis, with 5% significance level and 95% confidence interval. In the end of the hygiene measures, previously accomplished in groups A and B, revealed similar results when compared to results of group C, showing statistical efficacy in occurrence saburra reduction (frequencies A, B and C, were 33,3% x 22,6% x 90%, respectively, p<0,001), in aerobes total count (medians in A, B and C were 2,45 x 2,17 x 3,6, respectively, p=0,005). By 15 days after the end of the treatment, these variables returned to values near initial levels. However, the intervention did not reveal anti-microbial efficacy on S. aureus. Considering the above, there are not sufficient evidences to indicate the chlorhexidine gluconate use in buccal hygiene practices to aspiration pneumonia prevention in elderly patients resident in long-term care institutions, and mechanical measures should be suggested in these cases.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5408
Appears in Collections:PPGASC - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
tese_3004_2006_MARIA CECILIA AGUIAR AZEVEDO AGUIAR.pdf722.38 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.