Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5462
Title: Prevalência de alteração de taxa de filtração glomerular estimada em hipertensos atendidos na atenção primária do município de Vitória - ES
metadata.dc.creator: PASSIGATTI, C. P.
Keywords: Hipertensão;Taxa de filtração glomerular;Atenção primária
Issue Date: 1-Jun-2011
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Citation: PASSIGATTI, C. P., Prevalência de alteração de taxa de filtração glomerular estimada em hipertensos atendidos na atenção primária do município de Vitória - ES
Abstract: hipertensão é a principal causa de doença renal crônica no Brasil e como monitorização da função renal, utiliza-se a estimativa da filtração glomerular (FG), pois a detecção precoce da doença renal torna-se a medida mais importante para retardar a progressão da doença, principalmente entre os considerados grupos de risco como hipertensos O estudo objetiva investigar a função renal de hipertensos atendidos na atenção primária do município de Vitória ES e três diferentes equações utilizadas para estimar a taxa de filtração glomerular. Trata-se de estudo transversal de dados secundários, observacional, com 754 hipertensos atendidos nas unidades de saúde, em 2009. Para análise estatística, utilizou-se o teste qui-quadrado e a concordância entre as equações foi analisada mediante teste Kappa. Houve predominância do sexo feminino (67,2%), excesso de peso (73,7%) e pressão arterial não controlada (56,9%). A média de idade foi de 58,18 anos (±13,52) e da creatinina sérica (CrS) 0,81mg/dl (±0,28). A prevalência da FG reduzida foi de 19% quando de 30 a 59ml/min e 1,6% quando de 29 a 15ml/min e apresentou-se 15 vezes maior em idosos, 4,93 vezes maior naqueles com CrS elevada, 2,19 vezes nos hipertensos com baixo peso e 1,6 vez mais prevalente em homem. Houve razoável, moderada e forte concordância entre as equações de Cockcroft-Gault e MDRD, Cockcroft-Gault corrigida e MDRD e Cockcroft- Gault e Cockcroft-Gault corrigida, respectivamente, apesar de utilizarem parâmetros distintos. Esses resultados mostram a importância de monitorar a função renal com vistas à intervenção precoce e retardamento da perda de função renal em hipertensos.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5462
Appears in Collections:PPGASC - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File SizeFormat 
tese_4887_.pdf324.25 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.