Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5633
Title: Fragmentos das "artes do fazer" gestão : o foco na ação cotidiana de uma gerência da Secretaria Municipal de Educação de Vitória (ES)
Keywords: Gestão como Prática;Ação gerencial;Cotidiano;Gestão Educacional;Management and Social Practices;Everyday Life;Daily Life;Educational Management
Issue Date: 27-Sep-2013
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Abstract: Este projeto tem como base o princípio de que estudar atividades cotidianas é fundamental para compreender as ações dos sujeitos sociais, aqui, os praticantes da gestão. Portanto, almeja-se descrever a invenção das artes do fazer gestão no cotidiano de uma gerência da SEME a partir das práticas sociais dos seus praticantes. Para embasamento deste estudo, trabalha-se com autores que tratam da Gestão, seja ela uma visão clássica, como a de Fayol (1970), seja ela mais contemporânea, como a de Mintzberg (1986; 2010), além da abordagem praxeológica da Gestão como prática social de Reed (1997). Usam-se como inspiração também autores que retratam o cotidiano e sua importância. E, nesse sentido, ganha relevância Michel de Certeau (2009), que retrata a importância das práticas cotidianas. À luz de uma pesquisa de cunho qualitativo adotou-se para realização do trabalho de campo o método com inspiração etnográfica, sendo os dados produzidos a partir da análise de documentos e observação direta pelo período de seis meses. Ao realizar este estudo pretendeu-se contribuir com os estudos organizacionais quanto à gestão e ainda instigar maior utilização dos conceitos de Certeau (2009), tão caros aos estudos do cotidiano. Os resultados da pesquisa mostram que o cotidiano organizacional é marcado pela complexidade e que o mesmo é construído dia após dia, e não há como desconsiderar o conhecimento de cada sujeito, uma vez que cada um deles ajuda a configurar as práticas de gestão
This project is based on the principle that studying everyday activities is essential to understand the actions of social subjects, here, practitioners of management. Therefore, we aim to describe the invention of the "arts of making management in the daily of a management SEME from the social practices of its practitioners. Foundation for this study, we work with authors who deal with management, be it a classical view, as Fayol (1970) or more contemporary such as Mintzberg (1986, 2010), besides the praxeological approach of management as a social practice Reed (1997). It is also used as inspiration also authors that depict the daily life and its importance. And in that sense, it becomes relevant Michel de Certeau (2009) which depicts the importance of daily practices. In light of the qualitative research was adopted to conduct the fieldwork method with ethnographic inspiration, and the data produced from the analysis of documents and direct observation for six months. By conducting this study we intend to contribute to organizational studies regarding the management and further instigate greater use of concepts from Certeau (2009) so expensive to studies of everyday life. The results survey show that the organizational routine is marked by complexity and that it is built day after day, and there is no way to ignore the knowledge of each subject, since each of them helps to configure management practices
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5633
Appears in Collections:PPGADM - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Jocarla Vittorazzi Laquini.pdf859.55 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.