Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5660
Title: Comissão de saúde do trabalhador: contando uma experiência da Secretaria Estadual de Saúde no Espírito Santo
metadata.dc.creator: Santana, Liliane Graça
Keywords: comissão de saúde do trabalhador;saúde;trabalho;worker health committee;health;work
Issue Date: 8-Aug-2005
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Citation: SANTANA, Liliane Graça. Comissão de saúde do trabalhador: contando uma experiência da Secretaria Estadual de Saúde no Espírito Santo. 2005. 192 f. Dissertação (Mestrado em Política, Administração e Avaliação em Saúde) - Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, 2005.
Abstract: It studies the Worker Health committee (COSATs) inserted in fifteen unities of the Secretaria Estadual de Saúde do Estado do Espírito Santo. It evaluates the experience of implanting the COSATs in five years of existence and it contributes to trace directive rules that guide the formation course for these committee members. It is about a study with qualitative characteristic, such as exploratory descriptive, having the metadologic approach as study case. Data was taken from documents produced by COSATs members during the formation course, and from interviews and workshops, which psychodrama was used in the committee participants. To examine the empirical material, documents content analysis and interviews discourse and workshop production analysis were used. From the studies results it is possible to know the COSATs everyday life and it highlights the committee pioneering that has been constituted in the solidarity act of listening knowledge space, but also, conflicts space and unequal of forces relation. It ascertains that most of this committee is working with a reduced number of participants, or deactivated, or working with members whose mandates are irregular. It shows how difficult it is to relate COSATs with the unity directions and the lack of support of several institutions. A relevant point is the constatation of the committee distance from the other unity workers who are not involved in the discussions and decisions to be made, what indicates the committee not following a different path from what was expected in the creation. It points the necessity of a new evaluation of the formation course of workers inclusion and mobilization of a greater involvement, specially from the union and the Serviço de Segurança e Medicina do Trabalho professionals to support these committees and it suggests a new and deep study about relevant questions.
Estuda as Comissões de Saúde do Trabalhador (COSATs) inseridas em quinze unidades da Secretaria Estadual de Saúde do Estado do Espírito Santo. Avalia a experiência de implantação das COSATs nos cinco anos de existência e contribui para traçar diretrizes que nortearão o curso de formação para os membros dessa comissão. Trata-se de um estudo de natureza qualitativa, do tipo descritivo exploratório, tendo como abordagem metodológica o estudo de caso. Os dados foram obtidos em documentos produzidos pelos membros das COSATs, durante o curso de formação, e por meio de entrevistas e oficina, na qual se utilizou o psicodrama com os integrantes dessas comissões. Para exame do material empírico, utilizou-se a análise de conteúdo dos documentos e a análise de discurso das entrevistas e da produção da oficina. Este estudo, a partir de seus resultados, possibilita conhecer o cotidiano das COSATs e ressalta o pioneirismo dessas comissões que têm se constituído em espaço de conhecimento, de escuta, de solidariedade, mas, também, espaço de conflitos e de relação desigual de forças. Constata que essas comissões estão, em sua maioria, funcionando com número reduzido de integrantes, desativadas, ou atuando com membros que estão com os mandatos vencidos. Retrata a dificuldade na relação das COSATs com as direções das unidades e a falta de apoio de diversos órgãos e instituições. Um ponto relevante é a constatação do distanciamento das comissões dos demais trabalhadores da unidade que não são envolvidos nas discussões e nas tomadas de decisões, o que indica que essas comissões estão tomando um rumo diferente do previsto na sua criação. Aponta a necessidade de reavaliação do curso de formação, de inclusão e mobilização dos trabalhadores, de maior envolvimento, principalmente do sindicato e profissionais do Serviço de Segurança e Medicina do Trabalho, no apoio a essas comissões, e sugere a realização de novos estudos a partir de questões relevantes que precisam ser mais aprofundadas.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5660
Appears in Collections:PPGASC - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTACAO- LEITURA FINAL 2006.pdf743.04 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.