Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5661
Title: Avaliação do perfil, mortalidade e sobrevida dos homens com câncer de próstata atendidos em um serviço de referência do Espírito Santo
metadata.dc.creator: Zacchi, Sérgio Riguete
Keywords: Neoplasias da próstata;Análise de sobrevida;Saúde do homem;Políticas públicas;Mortalidade;Prostatic neoplasms;Survival analysis;Public policies;Mortality
Issue Date: 18-Dec-2012
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Citation: ZACCHI, Sérgio Riguete. Avaliação do perfil, mortalidade e sobrevida dos homens com câncer de próstata atendidos em um serviço de referência do Espírito Santo. 2012. 118 f. Dissertação (Mestrado em Política, Administração e Avaliação em Saúde) - Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, 2012.
Abstract: Introduction: Prostate cancer is the malignant neoplasm with the highest incidence in the Brazilian population and the second leading cause of cancer mortality among men, with an increasing trend over time and with 75% of cases occurring in men above 65 years old. Objectives: To assess the association of sociodemographic and clinical variables with the initial clinical staging; analyze mortality and survival and their associations with demographic and clinical variables in patients with prostate cancer. Methods: We analyzed retrospectively the data of men with prostate cancer registered in the Hospital Cancer Registry of the Santa Rita de Cássia Hospital (HSRC), in the city of Vitória, ES, Brazil during the period from January 1st, 2000 to December 31th, 2006. Data from the Mortality Information System(SIM) were used to determine the outcome. The data were analyzed using the Statistical Package for Social Sciences (SPSS) version 18.0. For the study variables that showed statistical significance, we calculated the crude and adjusted odds ratio using a multivariate logistic regression model. For estimating the survival, it was used the Kaplan-Meier method. For comparing survival curves, it was used the Log Rank test, with a significance level of 5%. The influence of the variables was calculated by Cox s multiple regression. Results: Of the 1290 men with prostate cancer, 758 (58.8%) were found alive, 308 (23.9%) had died of prostate cancer and for 224 (17.4%) the outcome was death by other causes. It was found a higher risk of being diagnosed with late stage men with PSA > 20ng/dl and Gleason score ≥ 7. The risk was reduced in those who reached the HSRC already diagnosed and without previous treatment. Death from prostate cancer was associated to a Gleason score > 9, PSA levels >20 ng/dl and the presence of metastasis. Death from other causes was associated to being a widower, entering the HSRC undiagnosed and untreated and with PSA levels > 50 ng/dl. It was found that Prostate Cancer Specific Survival (PCSS) at 5 and 8 years was 81.9% and 77.2% for all stages, and Overall Survival (OS) at 5 and 8 years was 70.1% and 69 8%, respectively. The variables Gleason score ≥ to 7, PSA >20 ng/dl and presence of metastasis were associated with a shorter survival. Conclusion: The variables that were associated with late clinical stage, mortality from prostate cancer and reduction of survival time are likely to be recognized and early diagnosed in screening consultations. It is extremely important to adopt actions from more effective health policies aimed at men with the goal of ensuring equal access to all those diagnosed with prostate cancer, so they can receive early diagnosis and timely treatment
Introdução: O câncer de próstata é a neoplasia maligna de maior incidência na população brasileira e a segunda causa de mortalidade oncológica entre os homens, com uma tendência de aumento temporal e 75% dos casos incidindo em homens acima de 65 anos. Objetivos: Avaliar a associação das variáveis sociodemográficas e clínicas com o estadiamento clínico inicial; analisar a mortalidade e a sobrevida e suas associações com variáveis sociodemográficas e clínicas nos pacientes com câncer de próstata. Metodologia: Analisouse, de forma retrospectiva, os dados dos homens com câncer de próstata registrados no Registro Hospitalar de Câncer do Hospital Santa Rita de Cássia (HSRC), Vitória-ES, durante o período de 01 de janeiro de 2000 a 31 de dezembro de 2006. Utilizaram-se os dados do Sistema de Informação sobre Mortalidade (SIM) para determinar o desfecho. Analisou-se através do Pacote Estatístico para Ciências Sociais (SPSS), versão 18.0. Para as variáveis do estudo que apresentaram significância estatística, calcularam-se os Odds ratio brutos e ajustados pelo modelo de regressão logística multivariada. Para se estimar a sobrevida, utilizou-se o método de Kaplan-Meier e para a comparação das curvas de sobrevida, empregou-se o teste de Log Rank. Calculou-se a influência das variáveis pela regressão múltipla de Cox. Resultados: Dos 1.290 homens com câncer de próstata, 758 (58,8%) encontraram-se vivos, 308 (23,9%) apresentaram óbito por câncer de próstata e em 224 (17,4%) o desfecho foi o óbito por outras causas. Encontrou-se um maior risco de serem diagnosticados em estadiamento tardio os homens com PSA > 20ng/dl e escore de Gleason ≥ 7. O risco foi reduzido naqueles que chegaram ao HSRC encaminhados com diagnóstico e sem tratamento prévio. Associou-se ao óbito por câncer de próstata o escore de Gleason > 9, o valor de PSA > 20 e a presença de metástase. Associou-se ao óbito por outras causas o estado civil viúvo, ingressar no HSRC sem diagnóstico e sem tratamento prévio e o valor do PSA >50 ng/dl. Encontrou-se Sobrevida Câncer de Próstata Específica (SCPE) em 5 e 8 anos de 81,9% e de 77,2% para todos os estadiamentos e Sobrevida Global (SG) em 5 e 8 anos de 70,1% e 69,8%, respectivamente. As variáveis Escore de Gleason ≥ 7, o PSA > 20 ng/dl e a presença de metástase associaram-se a um menor tempo de sobrevida. Conclusão: As variáveis que se associaram a um estadiamento clínico mais tardio, à mortalidade por câncer de próstata e à redução do tempo de sobrevida são passíveis de reconhecimento e diagnóstico precoce em consultas de rastreamento. É de extrema relevância a adoção de ações a partir de políticas de saúde mais efetivas voltadas para o homem com o objetivo de garantir um acesso equitativo a todos aqueles com diagnóstico de câncer de próstata, para que possam receber diagnóstico precoce e tratamento oportuno
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5661
Appears in Collections:PPGASC - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Sergio Riguete Zacchi.pdf1.48 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.