Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5672
Title: Análise da correlação entre índices de controle vetorial e coeficientes de incidência de dengue no Município de Anchieta, Espírito Santo, Brasil, 2009 a 2011
metadata.dc.creator: Soneghet, Gabriel Pitanga
Keywords: Dengue;Densidade demográfica;Saúde ambiental;Controle de vetores;Incidência;Dengue;Population density;Environmental health;Vector control;Incidence
Issue Date: 28-Mar-2013
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Citation: SONEGHET, Gabriel Pitanga. Análise da correlação entre índices de controle vetorial e coeficientes de incidência de dengue no Município de Anchieta, Espírito Santo, Brasil, 2009 a 2011. 2013. 110 f. Dissertação (Mestrado em Política, Administração e Avaliação em Saúde) - Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, 2013.
Abstract: Introduction: Dengue is one of the most widespread viral diseases transmitted by mosquitoes with increasing speed of propagation. This study aims to analyze the correlation between indices of vector control and incidence rates of dengue in the municipality of Anchieta, Espírito Santo, Brazil, from 2009 to 2011. Material and Methods: Observational study based on ecological data from reported cases of dengue, buildings infestation index (IIP) and percentage of pending inspection of buildings. It was used the Spearman correlation test for correlation analysis and the Poisson method for regression. The level of significance was set at 5%. Results There was a positive correlation between the indices of building infestation and the incidence rate of dengue in the city of Anchieta when such variables were incorporated to the Poisson regression model, despite of the presence of a residue that was correlated with the size of the human population (r = 0.643 and p < 0.05) on each locality. There was a correlation between the percentage of pending inspection of buildings and the cumulative incidence rate of dengue in the city of Anchieta, both alone (r = 0.486 and p < 0.001) and when incorporated to the Poisson regression model. In the regression analysis, the increase of one unit in the IIP would increase the incidence of the disease by 39%. Conclusion: It was found a correlation between indices of building infestation by Aedes aegypti and percentage of pending inspection of buildings in the municipality of Anchieta. It is concluded that the larger the population size, the smaller should be the values of infestation that can influence the incidence of dengue. The relationship between the number of mosquito vectors and the number of cases is subjected to the interference of variables such as human susceptibility and opportunity for blood meal and this ratio increases with increasing population size
Introdução: a dengue é uma das arboviroses mais difundidas, sendo a doença viral transmitida por mosquito com maior velocidade de propagação. Este estudo tem como objetivo analisar a correlação entre índices de controle vetorial e coeficientes de incidência de dengue no município de Anchieta, Espírito Santo, Brasil, no período de 2009 a 2011. Materiais e Métodos: estudo observacional do tipo ecológico com base nas notificações de casos de dengue, no índice de infestação predial (IIP) e no percentual de pendência na inspeção de imóveis. Foi utilizado o teste de correlação de Spearman para análise de correlação e de Poisson para regressão. O nível de significância foi estabelecido em 5%. Resultados: Houve correlação entre os índices de infestação predial e os coeficientes de incidência de dengue no município de Anchieta quando essas variáveis foram incorporadas ao modelo de regressão de Poisson, embora permanecesse um resíduo correlacionado com o tamanho da população (r = 0,643 e p< 0,05) na localidade. Houve correlação entre o percentual de pendências e os coeficientes de incidência de dengue, no município de Anchieta, tanto isoladamente (r = 0,486 e p<0,001) quanto quando incorporado ao modelo de regressão de Poisson. Na análise de regressão, o aumento de uma unidade no IIP aumentaria a incidência da doença em 39%. Conclusão: Foi encontrada correlação entre índices de Infestação Predial pelo Aedes aegypti e pendência no município de Anchieta. Conclui-se que quanto maior o tamanho da população, menores deverão ser os valores de infestação predial capazes de influenciar a incidência da dengue. A relação entre número de vetores e número de casos sofre a interferência de variáveis como suscetibilidade humana e oportunidade de repasto sanguíneo, e esta relação aumenta proporcionalmente com o aumento da população
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5672
Appears in Collections:PPGASC - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Gabriel Pitanga Soneghet.pdf3.54 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.