Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5705
Title: Correlação do clearance de creatinina e dos eletrólitos medidos na urina coletada em 12 e 24 horas em nefropatas
metadata.dc.creator: Rosa, Priscila Santos da
Keywords: Creatinina;Taxa de filtração glomerular;Testes de função renal;Insuficiência renal crônica;Creatinine;Glomerular filtration rate;Kidney function tests;Chronic kidney failure
Issue Date: 20-Apr-2012
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Citation: ROSA, Priscila Santos da. Correlação do clearance de creatinina e dos eletrólitos medidos na urina coletada em 12 e 24 horas em nefropatas. 2012. 107 f. Dissertação (Mestrado em Política, Administração e Avaliação em Saúde) - Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, 2012.
Abstract: Introdução: A avaliação clínica da função renal é parte importante da prevenção e monitoramento da doença renal crônica (DRC); para tal, a avaliação do clearance de creatinina ainda é muito utlizada na prática dos serviços de saúde e em estudos epidemiológicos, porém sua realização por meio da coleta urinária de 24 horas se mostra pouco prática para indivíduos ativos. A coleta urinária noturna de 12 horas é uma alternativa já utilizada em estudos epidemiológicos em populações sem disfunção renal conhecida. Objetivo: Validar o protocolo de avaliação do clearance de creatinina e da excreção urinária de eletrólitos por meio da coleta urinária noturna de 12 horas em portadores de DRC. Métodos: 64 portadores de DRC voluntários (19-88 anos) coletaram urina durante 24 horas em dois frascos: diurno (das 7h às 19h) e noturno (das 19h às 7h do dia seguinte). A coleta de sangue se deu em jejum para medidas bioquímicas. A correlação entre as variáveis foi feita pelo teste Pearson (r) e a concordância de medidas, pelo teste de Bland-Altman. Resultados: Cinco indivíduos foram excluídos por erro de coleta. Dos 59 indivíduos (31 homens),60% se enquadravam nos estágios 2 e 3 de DRC. As correlações entre a urina noturna e de 24 horas foram fortes em relação aos eletrólitos (Na+ r= 0,80; K+ r=0,80; Ca2+, r= 0,86; p< 0,001) e ao ClCr (r= 0,92; p< 0,001). Em 54 dos 59 sujeitos o ClCr 12h noturno foi concordante com o de 24 horas. Conclusão: A coleta urinária noturna de 12 horas fornece valores de ClCr e de excreção de eletrólitos semelhantes aos obtidos em coleta de 24 horas em indivíduos com comprometimento renal. Uma vez que apresenta vantagens de ordem prática aos pacientes de nível ambulatorial, esta pode ser utilizada em protocolos de avaliação da função renal
Background: The clinical evaluation of renal function is an important part of prevention and monitoring of chronic kidney disease (CKD), for such, the assessment of creatinine clearance is still very used in health services practice and epidemiological studies, but its realization through the 24-hour urine collection proves impractical for active individuals. The overnight urine collection for 12 hours is an alternative that has been used in epidemiological studies in populations without known renal dysfunction. Objective: To validate the protocol for assessment of creatinine clearance and urinary excretion of electrolytes through the 12-hours night urine collection in people with CKD. Methods: 64 patients with CKD (19 - 88 years) collected urine for 24 hours in two bottles: day (7 am to 7 pm) and night (7 pm to 7 am at the day after). Blood collection took place in fasting for biochemical measurements. The correlation between variables was performed by Pearson test (r) and for concordance of measurements, the Bland-Altman. Results: Five patients were excluded due to collection error. Of the 59 subjects (31 men), 60% belonged to 2 and 3 CKD stages. The correlations between nocturnal urine and 24-hours were strong in relation to electrolytes (Na + r = 0.80, r = K + 0.80, Ca2 +, r = 0.86, p <0.001) and CrCl (r = 0,92; p <0.001). In 54 of 59 subjects the CrCl 12-hours-night was concordant with that of 24- hours. Conclusion: The nocturnal urine 12-hour collection provides CrCl and electrolytes excretion values similar to those obtained for 24-hours collection in subjects with renal impairment. Since this practical advantages to patients in an outpatient basis, it can be used in protocols for assessing renal function
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5705
Appears in Collections:PPGASC - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Priscila Santos da Rosa.pdf1.6 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.