Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5729
Title: Efeito da adubação com lodo de esgoto nas características químicas do solo, desenvolvimento vegetativo, produtividade e qualidade de frutos de abacaxizeiro cv. Vitória
metadata.dc.creator: Maia, Felipe Gonzaga
Keywords: Abacaxi Vitória;Lodo de esgoto;Biossólido;Nutrição mineral de plantas
Issue Date: 27-Feb-2013
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Citation: MAIA, Felipe Gonzaga. Efeito da adubação com lodo de esgoto nas características químicas do solo, desenvolvimento vegetativo, produtividade e qualidade de frutos de abacaxizeiro cv. Vitória. 2013. 64 f. Dissertação (Mestrado em Fisiologia molecular de plantas) - Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, 2013.
Abstract: O lodo de Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) é um resíduo com elevado potencial agronômico, com quantidades significativas de macro e micronutrientes, distribuídos de forma equilibrada e com possibilidade de aplicação na agricultura. O objetivo geral deste trabalho foi avaliar a influencia do lodo de ETE sobre as características químicas do solo, a disponibilidade de nutrientes para o abacaxizeiro, o crescimento, desenvolvimento vegetativo e características póscolheita do fruto do abacaxizeiro cv. Vitória, adubados com diferentes doses de lodo de ETE higienizados com cal virgem e também com um fertilizante químico mineral e um orgânico. Devido à baixa disponibilidade de fósforo e potássio no lodo, foi feita a adição desses elementos em todos os tratamentos. Foram avaliados o comprimento e a largura da folha D do abacaxizeiro e o peso da massa da matéria úmida e seca da folha D antes da indução floral para análise do desenvolvimento vegetativo. Foi realizada análise foliar dos nutrientes presentes na folha D, peso dos frutos com e sem coroa, comprimento dos frutos e diâmetros dos frutos e dos talos. Os teores de sólidos solúveis totais e a acidez titulável. Foram avaliadas as características químicas do solo após aplicação dos tratamentos, as quais foram comparadas com outras formas de fertilização no solo, correlacionando-se os teores dos elementos no solo e na planta. A elevação nas doses de lodo de ETE no solo provocaram elevação do pH, redução da acidez potencial, elevação do teor de matéria orgânica, fósforo e do boro no solo. Foram observadas relações funcionais entre as doses de lodo e os teores de enxofre, ferro e boro na folha e correlação entre a elevação do pH e a absorção do fósforo, ferro, zinco e manganês no tecido foliar; elevação nos teores de enxofre e boro em função da adição de matéria orgânica. Foi possível estabelecer um modelo de regressão quadrática para os fatores de peso do fruto com coroa e sem coroa e para a produtividade, sugerindo que o lodo de ETE é uma fonte de nutrientes para a cultura. Não houve contaminação biológica dos frutos de abacaxi Vitória fertilizado do com lodo de ETE após o experimento
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5729
Appears in Collections:PPGBV - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Felipe Gonzaga Maia.pdf1.5 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.