Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5738
Title: Avaliação morfofisiológica, fitoquímica e mutagênica de Passiflora edulis Sims f. flavicarpa Deg exposta a diferentes concentrações de alumínio
metadata.dc.creator: Perdigão, Tatiane Lemos
Keywords: Alumínio no solo;Metabólitos secundários;Flavonoides;Mutagenicidade;Micronúcleo;Soil aluminium;Secondary metabolics;Flavonoids;Mutagenicity;Micronucleus
Issue Date: 27-Feb-2012
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Citation: PERDIGÃO, Tatiane Lemos. Avaliação morfofisiológica, fitoquímica e mutagênica de Passiflora edulis Sims f. flavicarpa Deg exposta a diferentes concentrações de alumínio. 2012. 83 f. Dissertação (Mestrado em Comportamento ecofisiológico de vegetais) - Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, 2012.
Abstract: O estudo da influência do alumínio (Al) em duas cultivares da espécie Passiflora edulis foi apresentado para melhor compreensão deste trabalho em dois capítulos, sendo abordado o experimento com a cultivar (cv.) FB 100 e FB 200 respectivamente. O estudo com a cv. FB100 em casa de vegetação teve como objetivo verificar alterações morfofisiológicas após 15 dias de tratamento com Al. Para as plantas da cv. FB 200 avaliou-se a relação entre a ação mutagênica e a concentração de flavonoides produzidos por estas, quando cultivadas em solos com diferentes concentrações de Al. Foram realizadas análises de massa fresca e seca dos órgãos, comprimento do caule, área foliar, análise nutricional e verificação de Al nas folhas e raízes da cv. FB100. Para a prospecção fitoquímica dos extratos das folhas das cv. FB100 e FB200 utilizaram-se reações de coloração e precipitação para identificação das principais classes químicas presentes. A concentração de flavonoides foi determinada através da quantificação espectrométrica. Para o teste de mutagenicidade verificou-se a frequência de micronúcleos em 2000 eritrócitos policromáticos utilizando o extrato das folhas da cv. FB200. Todos os parâmetros morfológicos analisados para a cv. FB100 não diferiram estatisticamente dos controles. Entretanto foi observada maior concentração de Al nas raízes no tratamento de 5,32 mM. Todos os tratamentos indicaram a presença de alcaloides, flavonoides e esteroides nas folhas das plantas. No extrato hexano/diclorometano a maior concentração de flavonoides, foi observada no tratamento 0,33 mM de Al. Os resultados observados para a cv. FB200 apresentou maior concentração de Al foliar no campo com 0,33mM de Al (T2), os grupos majoritários encontrados foram saponinas, esteroides e flavonoides. O tratamento T2 apresentou a maior concentração de flavonoides e maior potencial mutagênico. Esses resultados indicam que o Al não promoveu alterações significativas nos parâmetros morfofisiológicos da cv. FB 100. Em P. edulis cv. FB 200 saponinas, esteróides e flavonoides ocorrem independentemente da concentração de Al disponível e provavelmente a maior concentração de flavonoide pode ter induzido a mutagenicidade em células de medula óssea de camundongos
The influence of aluminum (Al) in two cultivars of Passiflora edulis is presented in two chapters: first a discussion on the experiment with the cultivar (cv.) FB 100 and second with the cultivar (cv.) FB 200. The study with cv. FB100 in greenhouse aimed to verify morphophysiological changes after 15 days of treatment with Al. For cv. FB 200 plants was evaluated the relationship between the mutagenic and the concentration flavonoids produced by them, when grown in soils with different concentrations aluminum. Analyses of fresh and dry weight organs, stem length, leaf area, nutritional analysis and verification of Al in leaves and roots were studied on cv.FB100. For the leaves of cv. FB100 and cv. FB200 phytochemical screening of extracts were used staining and precipitation reactions for identification of the main chemical classes present. The concentration of the flavonoids was determined by spectrometric measurement. To mutagenicity test was found the frequency of micronucleus in 2000 polychromatic erythrocytes using the cv. FB200 leaves extract. All cv. FB100 morphological parameters analyzed did not differ from controls. However a higher Al concentration was presented in the treatment of 5.32 mM roots. All treatments showed the presence of alkaloids, flavonoids and steroids in leaves. The extract hexane/dichloromethane at a higher flavonoid concentration, has been observed in treating 0.33 mM Al. The cv. FB200 results showed higher foliar Al concentration in the field with 0.33 mM Al (T2), and saponins, steroids and flavonoids were the major groups found. The T2 treatment had the highest flavonoids concentration and higher mutagenic potential. These results indicate that Al did not promote significant changes in cv. FB 100 morphophysiological parameters. In P.edulis cv. FB 200 saponins, flavonoids and steroids occur regardless of the Al available and possibly the largest concentration of flavonoid mutagenicity can be induced in cells of mouse bone marrow
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5738
Appears in Collections:PPGBV - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tatiane Lemos Perdigao.pdf3.98 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.