Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5740
Title: O papilomavírus humano em meninas de uma unidade de saúde do município de Vitória: avaliação de um potencial grupo de risco
metadata.dc.creator: Sartori, Mariana Penha de Nadai
Keywords: Papilomavírus humano;Meninas;Detecção viral;Genotipagem do HPV;Papilomavírus humano - Transmissão;Papilomavírus humano - Prevenção;Human papillomavirus;Girls;Viral detection;HPV Genotyping;Transmission;Prevention
Issue Date: 9-Mar-2012
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Citation: SARTORI, Mariana Penha de Nadai. O papilomavírus humano em meninas de uma unidade de saúde do município de Vitória: avaliação de um potencial grupo de risco. 2012. 93 f. Dissertação (Mestrado em Biotecnologia) - Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, 2012.
Abstract: Human papillomavirus (HPV) is the most common sexually transmitted virus in the world, being a cause of genital warts (Low-Risk HPV) and cervical cancer (High-Risk HPV). The virus is found in sexually active adults and adolescents, however, it has been detected in girls victims of sexual violence or not. The worldwide incidence of HPV is increasing in girls and viral transmission modes are still not completely defined. Currently, HPV prevention is based on two available vaccines only for the age group 9-26 years old and there are no available vaccines or other prevention methods for patients under nine years old, since it is not considered a risk group by competent health authorities. There are no studies of the Espírito Santo state about the HPV prevalence in girls under 9 years old and therefore their importance is not established. Because of these reasons, the aim of this study was to detect HPV in girls under nine years old, as well as finding possible routes of transmission in order to provide information for the development of preventive practices for this risk group. A total of 43 samples extracted from girls under 9 years old were analyzed using PCR, RFLP and DNA sequencing methods for viral detection and typing. Human papillomavirus was detected in 13.9% of patients, mostly low risk genotypes. Clinical and personal evaluation suggested that girls were infected by horizontal transmission and via fomites. Due to our findings, we propose that HPV infection prevention through vaccination should be extended to girls under 9 years old, especially in specific high risk populations
O papilomavírus humano (HPV) é considerado a doença sexualmente transmissível prevalente mundialmente, sendo responsável por causar verrugas genitais (HPV de baixo risco) e o câncer de colo de útero (HPV de alto risco). O vírus é encontrado em adultos e adolescentes sexualmente ativos, entretanto, tem sido também detectado em meninas vítimas de violência sexual ou não. Em todo o mundo, a incidência do HPV vem aumentando em meninas e as formas de transmissão viral ainda não são totalmente conhecidas. Atualmente, a prevenção do HPV é baseada em dois tipos de vacinas, disponíveis somente para um grupo de indivíduos na idade entre 9 26 anos, não estando disponível nenhuma vacina ou outra forma de prevenção para pacientes abaixo de nove anos, uma vez que este grupo não é considerado um grupo de risco pelos órgãos de saúde pública. Não há estudos no estado do Espírito Santo relacionando a prevalência do HPV em meninas abaixo de nove anos de idade, portanto, a sua importância não é conhecida. Devido a estas razões, o objetivo da pesquisa foi detectar o HPV em meninas na faixa etária até nove anos, bem como determinar as possíveis vias de transmissão viral com o intuito de fornecer informações para o desenvolvimento de atitudes preventivas para esse grupo de risco. O DNA viral foi extraído de um total de 43 amostras de meninas na faixa etária estabelecida, e a análise molecular foi realizada através dos métodos de PCR, RFLP e sequenciamento para detecção e genotipagem viral. O papilomavírus humano foi detectado em 13,9% das pacientes, com prevalência dos genótipos virais de baixo risco para o desenvolvimento de neoplasias. A avaliação clínica e epidemiológica propõe que as meninas são infectadas por transmissão horizontal e via fômites. De acordo com nossos resultados, propomos que a prevenção da infecção do HPV através da vacinação deve compreender meninas com idade abaixo de 9 anos, especialmente nas populações de alto risco
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5740
Appears in Collections:PPGBIO - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Mariana Penha de Nadai Sartori.pdf1.86 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.