Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5748
Title: Efeitos quimioprotetivos do flavonoide hesperidina contra mutagenicidade induzida por cisplatina em medula óssea de camundongos
metadata.dc.creator: Passos, Tatiane da Silva
Keywords: Hesperidina;Cisplatina;Antimutagenicidade;Teste do micronúcleo;Flavonoides;Hesperidin;Cisplatin;Antimutagenicity;Micronucleus assay;Flavonoids
Issue Date: 25-Mar-2013
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Citation: PASSOS, Tatiane da Silva. Efeitos quimioprotetivos do flavonoide hesperidina contra mutagenicidade induzida por cisplatina em medula óssea de camundongos. 2013. 66 f. Dissertação (Mestrado em Biotecnologia) - Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, 2013.
Abstract: Hesperidin is a flavonoid naturally found in citrus fruit especially orange and lemon peel. We investigated the antimutagenic activity of this compound against the cytotoxic and mutagenic effects induced by the anticancer drug cisplatin (CddP) using the micronucleus assay in bone marrow erythrocytes of mice (Mus musculus). We used three protocols: pre-treatment with hesperidin (by gavage) for 14 days, followed by applying (intraperitoneally) from CddP no 14th day; Post-treatment administration of CDDP and 24 hours after the administration of hesperidin and simultaneous treatment with hesperidin and CddP. We evaluated three concentrations of Hesperidin diluted in corn oil (100mg.kg-1, 200mg.kg-1 e 400mg.kg- 1). The controllling was conducted by the negative control (NaCl 0,9%), positive control (CddP 0,05mg.kg-1) and and the solvent controls (corn oil). For micronucleus test, the animals were euthanized 24 hours following the last treatment by cervical dislocation, and bone marrow was collected. The samples were transferred to Falcon tubes and centrifuged. Slides were prepared by smear technique with a drop of suspension and fixed with methanol for 10 minutes, staining was performed with Leishman stain. The reading was performed in blind test, we analyzed 2000 cells per animal in an optical microscope for evaluation of micronucleated polychromatic erythrocytes (MNPCEs) and the ratio PCE/(PCE+NCE) (polychromatic erythrocytes/polychromatic erytrocites + normochromatic erythrocytes). All protocols studied showed a reduction in the number of micronuclei when compared to CP and achieved high rates of reduction of damage caused by cisplatin, except the concentration of 400 mg.kg-1 of the simultaneous treatment protocol where such protective effect was not observed indicating that hesperidin has chemoprotective action on the DNA molecule. It is known that various flavonoids have the ability to eliminate free radicals such as hydroxyl radicals generated by chemical agents that cause DNA damage, but the exact mechanism of how hesperidin acts is not yet clear
Hesperidina é um flavonoide natural encontrado em frutas cítricas especialmente em casca de laranja e limão. Investigou-se o potencial antimutagênico desse composto contra os efeitos citotóxicos e mutagênicos induzidos pela droga antineoplásica cisplatina (CddP) utilizando o ensaio do micronúcleo em eritrócitos de medula óssea de camundongos (Mus musculus). Foram utilizados três protocolos: pré-tratamento com hesperidina (via gavage) por 14 dias, seguido da aplicação (via intraperitoneal) da CddP no 14º dia; pós-tratamento com a administração da CddP e 24 horas depois a administração da Hesperidina e tratamento simultâneo com aplicação de Hesperidina e CddP por 24 horas. Foram avaliadas três concentrações da Hesperidina diluídas em óleo de milho (100 mg.kg-1, 200 mg.kg-1 e 400 mg.kg-1). Para os controles foram realizados o controle negativo (NaCl 0,9%), controle positivo (CddP 0,05mg.kg-1) e controles do solvente (óleo de milho). Para o teste de micronúcleo, os animais foram eutanásiados e foi realizada a coleta da medula óssea. As amostras foram transferidas para tubos falcon e centrifugadas. As lâminas foram preparadas, pelo método de esfregaço, com uma gota da suspensão e fixadas por 10 minutos com metanol, a coloração foi feita com corante Leishman. A leitura foi feita em teste cego, foram analisadas 2000 células por animal em microscópio óptico para a avaliação dos eritrócitos policromáticos micronucleados (MNPCEs) e da razão PCE/(PCE+NCE) (eritrócitos policromáticos/eritrócitos policromáticos + eritrócitos normocromáticos). Todos os protocolos estudados apresentaram redução na quantidade de micronúcleos, quando comparados ao CP e alcançaram altos índices de redução de danos causados pela cisplatina, exceto na concentração de 400 mg.kg-1 do protocolo de tratamento simultaneo, onde tal efeito protetivo não foi observado indicando que a hesperidina tem ação quimioprotetiva sobre a molécula de DNA. Sabe-se que diversos flavonoides tem a capacidade de eliminar radicais livres como radicais hidroxil gerados por agentes químicos que causam danos ao DNA, porém o mecanismo exato de como a hesperidina atua ainda não é esclarecido
Hesperidina é um flavonoide natural encontrado em frutas cítricas especialmente em casca de laranja e limão. Investigou-se o potencial antimutagênico desse composto contra os efeitos citotóxicos e mutagênicos induzidos pela droga antineoplásica cisplatina (CddP) utilizando o ensaio do micronúcleo em eritrócitos de medula óssea de camundongos (Mus musculus). Foram utilizados três protocolos: pré-tratamento com hesperidina (via gavage) por 14 dias, seguido da aplicação (via intraperitoneal) da CddP no 14º dia; pós-tratamento com a administração da CddP e 24 horas depois a administração da Hesperidina e tratamento simultâneo com aplicação de Hesperidina e CddP por 24 horas. Foram avaliadas três concentrações da Hesperidina diluídas em óleo de milho (100 mg.kg-1, 200 mg.kg-1 e 400 mg.kg-1). Para os controles foram realizados o controle negativo (NaCl 0,9%), controle positivo (CddP 0,05mg.kg-1) e controles do solvente (óleo de milho). Para o teste de micronúcleo, os animais foram eutanásiados e foi realizada a coleta da medula óssea. As amostras foram transferidas para tubos falcon e centrifugadas. As lâminas foram preparadas, pelo método de esfregaço, com uma gota da suspensão e fixadas por 10 minutos com metanol, a coloração foi feita com corante Leishman. A leitura foi feita em teste cego, foram analisadas 2000 células por animal em microscópio óptico para a avaliação dos eritrócitos policromáticos micronucleados (MNPCEs) e da razão PCE/(PCE+NCE) (eritrócitos policromáticos/eritrócitos policromáticos + eritrócitos normocromáticos). Todos os protocolos estudados apresentaram redução na quantidade de micronúcleos, quando comparados ao CP e alcançaram altos índices de redução de danos causados pela cisplatina, exceto na concentração de 400 mg.kg-1 do protocolo de tratamento simultaneo, onde tal efeito protetivo não foi observado indicando que a hesperidina tem ação quimioprotetiva sobre a molécula de DNA. Sabe-se que diversos flavonoides tem a capacidade de eliminar radicais livres como radicais hidroxil gerados por agentes químicos que causam danos ao DNA, porém o mecanismo exato de como a hesperidina atua ainda não é esclarecido
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5748
Appears in Collections:PPGBIO - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tatiane da Silva Passos.pdf982.4 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.