Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5782
Title: Análise espacial e temporal dos fatores de erosão hídrica em Latossolo Vermelho-Amarelo sob cultivo de pastagem e eucalipto
Other Titles: Spatial and temporal analysis of the factors of water erosion in oxisol yellow red under cultivation of pasture and eucalyptus
metadata.dc.creator: Mauri Quinto, Vagner
Keywords: Pastagem;Eucalipto;Erosividade;Geoestatística;Perda de solo;Pasture;Eucalyptus;Erosivity;Geostatistics;Soil loss
Issue Date: 27-Feb-2013
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Citation: MAURI QUINTO, Vagner. Spatial and temporal analysis of the factors of water erosion in oxisol yellow red under cultivation of pasture and eucalyptus. 2013. 132 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Florestais) - Universidade Federal do Espírito Santo, Jerônimo Monteiro, 2013.
Abstract: The study aimed to estimate soil loss by middle of USLE in a farming area with pasture and eucalyptus of three years of age, implanted under the pasture in area declivosa in the Southern State of ES. To estimate soil loss in the study area was made a regular mesh of 33 x 33m in a area of 10,02 ha getting 94 points of sample collection. Thematic maps were elaborated of rainfall erosivity (R) for the entire State of ES in a ten year period (1999 to 2008) relative for the cultivation of pasture and three years (2009 to 2011) relative for the cultivation of eucalyptus. Were also elaborated thematic maps of soil erodibility (K) for the study area. The thematic map of the LS factor for the study area was obtained by through of combination of steepness factor and length ramp between each sample point. The factors of USLE C and P were obtained by querying literary. The occurrence likelihood of erosivity above the third quartile for the State of ES was calculated by middle of the kriging technique indicative. A descriptive analysis was performed to determine the measurements of position and dispersion data and the normality of the data were analyzed using the Kolmogorov-Smirnov test at level in 5% probability and the results related to two period of cultivation, when necessary were compared by the test Students t test at level in 5%. All granulometric fractions and content organic study matter of soil presented spatial dependence, indicating the variability of the same within the study area. In 42,7% of the study area, increased the content of organic matter content during the cultivation period of eucalyptus when compared with the pasture, however, the content showed no significant difference (p <0.05) for the two cultures. The Center-South region of the state of ES showed the values highest annual erosivity during cultivation of the two species. However, the values of erosivity in the study area were of 8.227,2 and 8.043,2 MJ mm ha-1 h-1 for the period of pasture and of eucalyptus, respectively. The K factor showed the same pattern of spatial distribution for the study area during the cultivation of two species, being the highest values obtained in the Northwest and Southwest regions. The values of soil loss ranged from 0.0 to 14.5 t ha-1 year-1 during the period cultivated of pasture and 0.0 to 3.5 t ha-1 year-1 during the period cultivated of Eucalyptus. Soil loss in the cultivation of pasture was of 74 the 77% higher than that obtained in the cultivation of eucalyptus, being average loss of 75.4%. Some municipalities presented of 91-100% of probability of occurrence of rainfall erosivity above the third quartile, being the values most critical in the months between October and April, therefore, these municipalities need to adopt conservation practices to preserve soil. The clay and organic matter presented correlated negative with PAP, DAP and AB. Thus, eucalyptus can be used for the recovery and/or regeneration of grazing areas degraded or degradation process
O estudo teve como objetivo estimar a perda de solo por meio da EUPS em uma área de cultivo com pastagem e com eucalipto de três anos de idade, implantado sob a pastagem em área declivosa no Sul do Estado do ES. Para estimar a perda de solo na área de estudo foi confeccionada uma malha regular 33 x 33m em uma área de 10,02 ha, obtendo-se 94 pontos de coleta de amostras. Foram elaborados mapas temáticos da erosividade das chuvas (R) para todo o Estado do ES em um período de dez anos (1999 a 2008) referentes ao cultivo da pastagem e três anos (2009 a 2011) referentes ao cultivo do eucalipto. Também foram elaborados mapas temáticos da erodibilidade do solo (K) para a área de estudo. O mapa temático do fator LS para a área de estudo foi obtido por meio da combinação do fator declividade e comprimento de rampa entre cada ponto amostral. Os fatores C e P da EUPS foram obtidos por meio de consulta literária. A probabilidade de ocorrência daerosividade acima do terceiro quartil para o Estado do ES foi calculada por meio da técnica de krigagem indicativa. A análise descritiva foi realizada para determinar as medidas de posição e dispersão dos dados e a normalidade dos dados foram analisadas pelo teste de Kolmogorov-Smirnov em nível de 5% de probabilidade e os resultados referentes aos dois períodos de cultivo, quando necessários foram comparados pelo teste t de Student em nível de 5%. Todas as frações granulométricas e o teor de matéria orgânica do solo em estudo apresentaram dependência espacial, indicando a variabilidade dos mesmos dentro da área de estudo. Em 42,7% da área de estudo, houve aumento do teor de matéria orgânica durante o período de cultivo do eucalipto, quando comparado com a pastagem, no entanto, os teores não apresentaram diferença significativa (p<0,05) para as duas culturas. A região Centro-Sul do Estado do ES apresentou os maiores valores de erosividade anual durante o cultivo das duas espécies. Contudo, os valores de erosividade na área de estudo foram de 8.227,2 e 8.043,2 MJ mm ha-1 h-1, para o período de cultivo da pastagem e do eucalipto, respectivamente. O fator K apresentou o mesmo padrão de distribuição espacial para a área de estudo durante o cultivo das duas espécies, sendo os maiores valores obtidos nas regiões Noroeste e Sudoeste. Os valores de perda de solo variaram de 0,0 a 14,5 t ha-1 ano-1 durante o período de cultivo da pastagem e de 0,0 a 3,5 t ha-1 ano-1 durante o período de cultivo do eucalipto. A perda de solo no cultivo da pastagem foi de 74 a 77% superior a obtida no cultivo do eucalipto, sendo a perda média de 75,4%. Alguns municípios apresentaram de 91 a 100% de probabilidade de ocorrência da erosividade das chuvas acima do terceiro quartil, sendo os valores mais críticos nos meses entre outubro e abril, portanto, esses municípios precisam adotar práticas conservacionistas para preservar o solo. A argila e a matéria orgânica apresentaram correlação negativa com o PAP, DAP e a AB. Desta forma, o eucalipto pode ser utilizado para a recuperação e/ou regeneração de áreas de pastagem degradas ou em processo de degradação
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5782
Appears in Collections:PPGCF - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Vagner Mauri Quinto.pdf5.54 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.