Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5834
Title: Impactos do funk na vida dos funkeiros: reconhecimento na interação intragrupo; estigmatização e discriminação na relação extragrupo
metadata.dc.creator: Mendonça, Vanderlei Cristo
Keywords: Funk;Identidade;Reconhecimento;Estigma e representações sociais;Funk;Identity;Recognition;Stigma and social representations
Issue Date: 21-Nov-2012
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Citation: MENDONÇA, Vanderlei Cristo. Impactos do funk na vida dos funkeiros: reconhecimento na interação intragrupo; estigmatização e discriminação na relação extragrupo. 2012. 137 f. Dissertação (Mestrado em Sociologia) - Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, 2012.
Abstract: Essa dissertação tem por objetivo apresentar o duplo papel social que a identidade funkeira desempenha na vida dos jovens que se autointitulam funkeiros . Com tal objetivo, se buscou identificar os processos que perpassam as interações intragrupo de funkeiros à luz da Teoria do Reconhecimento na perspectiva do teórico Axel Honneth. Essa abordagem permitiu alcançar a adequada compreensão da interação existente no interior de grupos de funkeiros, percebendo-se, inclusive, como são fortemente perpassados por processos de reconhecimento. Por outro lado, recorrendo-se aos avanços da teoria sociológica e da psicologia social, no que se refere às questões sobre pobreza no Brasil, sustentou-se a hipótese de que os símbolos que caracterizam esse gênero musical trazem em seu bojo características que fazem recair sobre os funkeiros os preconceitos que, na sociedade brasileira, marcam a pobreza e os pobres. A análise levou em consideração, ainda, o contexto de sensação de medo e insegurança a partir do qual se têm justificado certas posturas de busca por segurança, a qual prescinde da identificação do sujeito do crime, isto é, a identificação do inimigo social contemporâneo , o que, em processo dialético, reforça a estigmatização do funkeiro
This dissertation aims to present the dual social role that the "identity funkeira" plays in the lives of young people that if autointitulam "funkers". With this aim, to identify the processes that pervades the intra-group interactions of funkers the light of the Theory of recognition in the perspective of theoretical Axel Honneth. This approach has allowed us to reach the adequate understanding of the interaction inside of groups of funkers, perceiving, inclusive, as they are heavily steeped in by processes of recognition. On the other hand, using the advances of sociological theory and social psychology, with regard to the questions on the poor and poverty in Brazil, it was contended the hypothesis that the symbols that characterize this musical genre they bring in their swelling characteristics that make fall on the funkers prejudices which, in Brazilian society, mark the poverty and the poor. The analysis took into consideration, still, the context of the sensation of fear and insecurity from which is has justified certain postures of search for security which dispenses with the identification of the subject of crime, that is, the identification of the "enemy contemporary social", that, in dialectical process, it strengthens the stigmatisation of funkeiro
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5834
Appears in Collections:PPGCSO - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Vanderlei Cristo Mendonca.pdf1.21 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.