Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5842
Title: Validação de um kit comercial de ELISA para detecção de coproantígenos e anticorpos em soro e leite de bovinos infectados naturalmente por Fasciola hepatica
metadata.dc.creator: Bernardo, Cíntia das Chagas
Keywords: Fasciolose bovina;ELISA;Diagnóstico;Bovine fasciolosis;ELISA;Diagnostic
Issue Date: 24-Feb-2012
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Citation: BERNARDO, Cíntia das Chagas. Validação de um kit comercial de ELISA para detecção de coproantígenos e anticorpos em soro e leite de bovinos infectados naturalmente por Fasciola hepatica. 2012. 65 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Veterinárias) - Universidade Federal do Espírito Santo, Alegre, 2012.
Abstract: Methods diagnostics of hepatic fascioliasis are being studied to propose more accurate techniques, easy perform, less costly if they have applicability in the field. The aim of this study was to validate the commercial® ELISA kits for detection of coproantigens and antibodies in serum and milk from cattle naturally infected by Fasciola hepatica. At first, sample of feces, blood and milk of cattle naturally infected with F. hepatica were collected. Fecal samples from 577 animals were processed according to sedimentation fecal technique, and 92 and 43 serum and milk samples , were processed according to manufacturer s instructions of a commercial® ELISA kit. Were used McNemar chi-square for statistical comparison, and calculated sensitivity, specificity, predictive values and kappa, and the sedimentation fecal technique was used as standard. Second, were evaluated 81 slaughter cattle livers of whom 45 were condemned by fasciolosis. Count was conducted the parasites in the livers condemned and collected fecal samples of these animals, 36 fecal samples were collected from animals without condemnation. The samples were separated in two aliquots and the first part of samples were processed by sedimentation fecal technique, and the other samples according to manufacturer s instructions of commercial® ELISA kit for coproantigens detection. The indicators of validity, reproducibility, Spearman correlation and McNemar chi-square were calculated and used as the gold standard the livers condemnation at slaughterhouse. With the results obtained in these studies, became clear that commercial® ELISA kits showed higher sensitivity to sedimentation fecal technique for diagnosis of bovine fasciolosis, however for the diagnosis of the disease in the field should take into account also the operation of the methods, not ruling out the use of fecal test, which is less labor intensive and less expensive compareted to ELISA kits tested
Métodos de diagnóstico da fasciolose hepática veem sendo estudados a fim de se propor técnicas mais acuradas, de fácil execução e de menor custo, que tenham aplicabilidade a campo. O objetivo do presente estudo foi validar kits comerciais® de ELISA para detecção de coproantígenos e anticorpos em soro e leite de bovinos infectados naturalmente por Fasciola hepatica. Numa primeira etapa, foram coletadas amostras de fezes, sangue e leite de bovinos naturalmente infectados por F. hepatica. Amostras de fezes de 577 animais foram processadas segundo a técnica coproparasitológica de sedimentação fecal para ovos de F. hepatica, e 92 amostras de soro e 43 de leite foram processadas segundo instruções do fabricante de um kit ELISA comercial®. Utilizou-se o Qui-quadrado de McNemar para comparação estatística, e calculou-se a sensibilidade e especificidade, valores preditivos e kappa dos kits®, sendo o exame coproparasitológico usado como padrão. Numa segunda etapa, foram avaliados ao abate 81 fígados bovinos dos quais 45 foram condenados por fasciolose. Foi realizada a contagem dos parasitos nos fígados condenados e coletada as amostras de fezes desses animais, além de 36 amostras fecais provenientes de animais que não tiveram os fígados condenados para nenhuma enfermidade. Das amostras de fezes foram separadas duas alíquotas sendo a primeira parte das amostras processadas pela técnica coproparasitológica de sedimentação e a outra, segundo instruções do fabricante de um kit ELISA comercial® para detecção de coproantígenos. Foram calculados os indicadores de validade e reprodutibilidade, e realizado o teste de correlação de Spearman e Qui-quadrado de McNemar, sendo utilizada como padrão ouro a condenação de fígados ao abate. Com os resultados obtidos nesses estudos, ficou claro que os kits comerciais® de ELISA apresentaram maior sensibilidade em relação ao exame coproparasitológico de sedimentação para o diagnóstico da fasciolose bovina, porém, para o diagnóstico da enfermidade a campo além da eficácia, deve-se levar em consideração também a operacionalização das técnicas, não descartando assim, o uso do exame coproparasitológico, sendo este menos trabalhoso e de menor custo em relação aos kits de ELISA testados
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5842
Appears in Collections:PPGCV - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Cintia das Chagas Bernardo.pdf602.73 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.