Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5877
Title: Soroprevalência e características epidemiológicas da toxoplasmose em área rural de Santa Teresa, Espírito Santo
metadata.dc.creator: Buery, Julyana Cerqueira
Keywords: Toxoplasma gondii;Toxoplasmose;População Rural;Epidemiologia;Fatores de Risco;Brasil;Toxoplasma gondii;Toxoplasmosis;Rural Population Epidemiology;Risk Factors;Brazil
Issue Date: 18-Mar-2013
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Citation: BUERY, Julyana Cerqueira. Soroprevalência e características epidemiológicas da toxoplasmose em área rural de Santa Teresa, Espírito Santo. 2013. 66 f. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Doenças Infecciosas) - Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, 2013.
Abstract: Este estudo tem como objetivo analisar a prevalência e incidência anual da infecção assintomática causada pelo protozoário Toxoplasma gondii. Avaliou-se 311 amostras provenientes de 79 indivíduos residentes em área rural do município de Santa Teresa, no estado do Espírito Santo. Os dados demográficos, socioeconômicos e de fatores associados à infecção foram coletados utilizando questionários, que foram atualizados trimestralmente. A seleção dos indivíduos foi realizada a partir de uma coorte pré-existente, referente ao estudo de casos assintomáticos de malária na região montanhosa do estado. Após seleção dos participantes, o plasma foi coletado trimestralmente para realização da sorologia anti-T. gondii pela técnica de ELISA e complementado a investigação, o teste de avidez de IgG dos indivíduos positivos foi executado para avaliação da taxa de soroconversão nessa coorte. A prevalência de infecção pelo Toxoplasma gondii na comunidade foi de 67,1% e a incidência foi de 6,2 por 100 pessoas-ano de observação. Não foi encontrada uma associação estatisticamente significativa entre os indivíduos que tiveram contato com gatos e nem entre o consumo de carne de porco ou carneiro, mesmo crua ou mal cozida, e a toxoplasmose. Segundo a análise multivariada, o único fator de risco que está relacionado com a infecção parece ser o aumento da idade dos indivíduos (OR = 1,086). Confirmando dados da literatura, a análise estatística mostrou que a cada ano que passa, os indivíduos estão 8,6% mais propensos a adquirir toxoplasmose. Este estudo confirma que os habitantes de comunidades rurais da região montanhosa do Espírito Santo são altamente expostos ao Toxoplasma gondii e possuem pouquíssimo conhecimento sobre a doença, o que os torna vulneráveis a exposição
This study aims to analyze the prevalence and annual incidence of asymptomatic infection caused by the protozoan Toxoplasma gondii. Three hundred and eleven samples were evaluated from 79 individuals living in rural areas of Santa Teresa city, in the state of Espírito Santo. Demographic and socioeconomic data and factors associated with infection were collected using questionnaires, which were updated quarterly. The selection of subjects was made from a pre-existing cohort, based in a study of asymptomatic malaria cases in the mountainous region of the state. After selection of the participants, plasma was collected quarterly for performing the serologic tests anti-T. gondii using ELISA techniques and, in addition, IgG avidity was tested for positive samples to evaluate the rate of seroconversion in this cohort. The prevalence of T. gondii infection in this community was 67.1% and the incidence was 6,2 per 100 person-year of observation. There was no statistically significant association between individuals who had contact with cats or between the consumption of pork or lamb meat, even raw or undercooked, and toxoplasmosis. According to multivariate analysis, the only risk factor related with infection seems to be an increasing age (OR = 1.086). Confirming published data, the statistical analysis showed that, for each year that passes, the individuals are 8.6% most likely to acquire toxoplasmosis. This study confirms that the inhabitants of rural communities in the mountainous region of the Holy Spirit are highly exposed to Toxoplasma gondii and have little knowledge about the disease, which makes them vulnerable to exposure
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5877
Appears in Collections:PPGDI - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Julyana Cerqueira Buery.pdf1.18 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.