Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5888
Title: Efeitos da intoxicação aguda com etanol sobre a exsudação de neutrófilos para a cavidade peritoneal de camundongos inoculados com Staphylococcus aureus
metadata.dc.creator: Hocayen, João Carlos Santos
Keywords: Alcoolismo agudo;Neutrófilos;Inflamação;Acute alcoholism;Neutrophils;Inflammation
Issue Date: 30-Aug-2013
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Citation: HOCAYEN, João Carlos Santos. Efeitos da intoxicação aguda com etanol sobre a exsudação de neutrófilos para a cavidade peritoneal de camundongos inoculados com Staphylococcus aureus. 2013. 67 f. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Doenças Infecciosas) - Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, 2013.
Abstract: Introdução. Há demonstrações que uma intoxicação aguda pelo etanol tem efeitos antiinflamatórios, com redução da exsudação de neutrófilos e com aumento da susceptibilidade a bactérias, especialmente Streptococcus pneumoniae. No entanto não se conhece o tempo durante o qual persistem os efeitos inibidores da exsudação celular e da redução da atividade microbicida de leucócitos, após a intoxicação etílica aguda. Objetivos. Avaliar o tempo após uma intoxicação etílica aguda no qual persistem os efeitos inibidores da exsudação de neutrófilos e a redução da capacidade microbicida do exsudato inflamatório em um modelo de peritonite induzida por Staphylococcus aureus. Métodos. Camundongos C57BL/6 receberam, por gavagem, uma dose de 7mg de etanol/g peso corporal em solução a 40%. Uma, 12,24, 48 e 72 horas após, receberam uma inoculação intraperitoneal de Staphylococcus aureus (0,5 ml contendo 6 a 9x108 UFC/mL; cepa ATCC 25923). Seis horas depois, os animais eram eutanasiados e a cavidade peritoneal lavada com PBS/EDTA 0,01M; uma alíquota era utilizada para contagem do número de UFC e a outra para contagem global e específica das células do exsudato utilizando câmara de Neubauer e citocentrífuga para confecção de esfregaços, corados por corante hematológico rápido (Dipquick). A contagem de UFC foi feita pelo método de diluição seriada com semeadura em placas de ágar Müller-Hinton. Resultados. Todos os animais que receberam etanol apresentaram sinais de embriaguês, que chegou a um estado de letargia profunda do qual todos os animais se recuperavam em, no máximo, 45 minutos. A dose de etanol utilizada induziu involução do timo, evidente 24 horas após a alcoolização, mas com recuperação após 120 horas. Nos animais alcoolizados que receberam o inóculo do estafilococo houve redução significativa da exsudação celular, devido a redução da exsudação de neutrófilos, até 24 horas após a ingestão do etanol. A análise dos esfregaços mostrava maior quantidade de bactérias fora das células no grupo etanol e o número de UFC foi maior no período avaliado, mas a diferença não foi estatisticamente significativa. Conclusão. Confirma-se os efeitos antiinflamatórios da intoxicação etílica aguda, com redução significativa no exsudato de leucócitos, até 24 horas após a exposição ao etanol; essa redução decorre especialmente da redução da exsudação de neutrófilos, já que o número de mononucleares exsudados no período avaliado foi semelhante nos dois grupos experimentais. O poder microbicida da cavidade peritoneal frente aos estafilococos foi menor no grupo etanol embora sem significância estatística, possivelmente porque os macrófagos residentes foram menos afetados pelos efeitos do etanol
Introduction. There are indications that an acute intoxication with ethanol has anti-inflammatory effects, reducing the exudation of neutrophils and increasing susceptibility to infections, especially with Streptococcus pneumoniae. However we do not know the time these inhibitory effects of cellular exudation and reduced microbicidal activity of leukocytes persist after one acute intoxication with ethanol. .Objective. To evaluate the time of duration of the inhibitory effects of exudation of neutrophils and reduction of microbicidal activity in a model of peritonitis induced by Staphylococcus aureus after an acute ethanol intoxication in mice. Methods. C57BL/6 mice received by gavage one dose of 7mg of ethane/g body weight. Control animals received the same volume of distillated water. One, 12, 24, 48 and 72 hours after ethanol intoxication all mice received intra-peritoneal injection of Staphylococcus aureus (0.5 ml containing 6 to 9x108 CFU/mL of ATCC 25923 strain). Six hours later the animals were euthanized, and the peritoneal cavity rinsed with PBS / EDTA 0.01 M; one aliquot was used CFU counts and the other for global and specific count of cells in the exudates, using a Neubauer chamber and a cytospin to obtain smears that were stained by fast staining method with Dipquick. CFU counts were made by the method of serial dilution. Results. All animals receiving ethanol showed signs of intoxication, which reached a state of profound lethargy and all animals were recovering 45 minutes later.The ethanol dose used induced thymic involution, evident 24 hours after alcohol ingestion, with recovery being evident after 120 hours. In animals that received ethanol a significant reduction in the number of cells in exudates was observed; this reduction was due to reduction of exudation of neutrophils up to 24 hours after ethanol intoxication. The number of mononuclear cells were similar in both groups. Microscopic analysis of the smears showed bacteria out of the cells, more frequently in the ethanol group and the number of CFU was lower in this group but the observed difference was not statistically significant. Conclusion. Results confirm the anti-inflammatory effects of an acute ethanol intoxication, with a significant reduction in exudates of neutrophils, but with no significant changes in exudates of mononuclear leukocytes. The microbicidal activity of peritoneal cavity against staphylococci was lower in the ethanol group although without statistical significance, possibly because the resident macrophages were less affected by the effects of ethanol
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5888
Appears in Collections:PPGDI - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Joao Carlos Santos Hocayen.pdf1.56 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.