Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/6034
Title: Tipo assim... Ser aluno adolescente no IFES campus Colatina: sentimentos e impressões
metadata.dc.creator: Ferrari, Marlinda Gomes
Keywords: Educação;Adolescência;Afetividade;Education;Adolescence;Affection
Issue Date: 26-Feb-2013
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Citation: FERRARI, Marlinda Gomes. Tipo assim... Ser aluno adolescente no IFES campus Colatina: sentimentos e impressões. 2013. 120 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, 2013.
Abstract: This research aims to present, from the students perspective, what it means to be a student in IFES, what are the feelings about themselves, about their pairs, about their family and how do the relations between teacher/student/subject of knowledge happen. The theorical reference adopted in this research was based on the researches of Vigotski and Wallon, who emphasized the historical-cultural perspective and consider that affective and cognitive dimensions interlace in the individual. The methodology used was the case study, insert in the scope of research of qualitative approach. The gathering of data was made through documental analyses and private interviews with twenty 14 to 18 years-old juvenile students, matriculated in the Building Technician Course Integrated to Ensino Médio of IFES campus Colatina-ES. The analysis, on the other hand, is made by grouping of thematic categories, such as: Teachers and Pedagogical practice, Feelings about themselves, Relation with colleagues, Relationship with the family and about being an IFES student. The results pointed to the importance of considering the adolescent as a person who is constituted through the relation with the other and to the fact that the quality of this relation affects his both affective as cognitive dimensions, interfering in school, in his efficiency and his relationship with the others, according to the way each person receives and react to daily situations. They also point to the necessity of the teacher to know the specific features of that age, looking for different methodologies to wake up the student s interest to the knowledge object. In this research, is clear the much young students need someone to hear them, to know who they are, what affected/affect them and how their life experience contributed/contribute to the constitution of their own being
Esta pesquisa tem por objetivo apresentar, a partir da perspectiva dos discentes, o que é ser aluno adolescente no IFES, quais são os sentimentos acerca de si, dos pares, da família e como acontecem as relações professor/aluno/objeto de conhecimento. O referencial teórico adotado baseou-se nos estudos de Vigotski e Wallon, que enfatizam a perspectiva histórico-cultural e consideram que as dimensões afetivas e cognitivas se entrelaçam no indivíduo. A metodologia utilizada foi estudo de casos, inserida no âmbito da abordagem qualitativa da pesquisa. A coleta de dados deu-se por meio de análise documental e entrevistas individuais com vinte alunos adolescentes na faixa etária de 14 a 18 anos, matriculados no Curso Técnico em Edificações Integrado ao Ensino Médio do IFES Campus Colatina-ES. A análise, por sua vez, constituiu-se no agrupamento de categorias temáticas, a saber: Professores e Práticas Pedagógicas, Sentimentos acerca de si, Relacionamento com os pares, Relacionamento com a família e Sobre ser aluno do IFES. Os resultados apontaram para a importância em perceber o adolescente como uma pessoa que se constitui através da sua relação com o outro e ao fato de que a qualidade dessa relação afeta tanto à sua dimensão afetiva quanto à sua dimensão cognitiva, interferindo na escola, no seu rendimento e no seu relacionamento com os demais, de acordo como cada sujeito recebe e reage às situações cotidianas. Apontam também para a necessidade de o educador conhecer as características específicas dessa faixa etária, buscando diferentes metodologias para despertar interesse no aluno pelo objeto de conhecimento. Nesse estudo, ficou evidente o quanto os alunos adolescentes necessitam de alguém para ouvi-los, para saber quem eles são, o que os afetou/afeta e como suas experiências de vida contribuíram/contribuem para a constituição da sua pessoa
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/6034
Appears in Collections:PPGE - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Marlinda Gomes Ferrari.pdf655.67 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.