Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/6055
Title: As trajetórias da docência no curso superior de tecnologia em saneamento ambiental do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Espírito Santo - Campus Colatina
metadata.dc.creator: Souza, Polliana Brunetti Merlo
Keywords: Constituição da docência;Trajetória docente;Narrativa docente;Formação de professor de ensino superior;Becoming a teacher;Teacher s experience;Teachers narratives;Teacher training for higher education
Issue Date: 26-Apr-2013
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Citation: SOUZA, Polliana Brunetti Merlo. As trajetórias da docência no curso superior de tecnologia em saneamento ambiental do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Espírito Santo - Campus Colatina. 2013. 197 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, 2013.
Abstract: This work aims at understanding the process of becoming a teacher among a group of teachers at the Environmental Sanitation Graduation Course at Ifes, campus Colatina, in order to comprehend their teacher educational training and teaching experiences. It also aims at investigating their pedagogical training, the reasons why they work athigher education and the implications of their choice of being teachers for their pedagogical practice. This study takes for granted that teachers need to become aware of their educational process,which involves learning a profession characterized by intrinsic knowledge to the occupation and understanding thatteaching in higher education demands specific skills. The legal basis of teachers education was analyzed and it was found that there is no legislationconcerning training for teaching this level. This work highlights collaborative work and research activities as challenges to teaching in higher education, what influences the process of becoming a teacher.The uniqueness of each teacher is considered and concepts of education, identity and teaching in higher education are identified. We assume that each teacher participates in a process of identity construction and that identities are socially built.Therefore, this is a narrative research that allows the narrators the possibility of (re)visiting their training and self-educational practices, in a way that they can make personal interpretations of their experiences. The focus of these narratives was on reflecting about the process ofbecoming a teacher through the life history of each teacher. The analysis of the narratives revealed that it is in the formative years that one starts becoming a teacherand that it is a life-long learning process. The participants concepts of teaching suggest that teachers should teach students integrating specific knowledge of the area to education for life.They also conclude that there is specificity in teaching higher education in relation to other levels of education and realize that teaching should not be impartial. The narratorsconsidered the knowledge of the specific content and the pedagogicalknowledgeas inherent to the work of teachers.They value commitment to self-education practices, which is characterized as an autonomous process of teacher training that requires a reflective exercise of their actions and attitudes in order to understand the reality in which they work. The narrative research provided self-educational moments for our narrators, once the moments of reflection contributed to their understanding of the process of becoming a teacher, strengthening their experiences as expressions of knowledge. These considerations suggest that higher education can be understood as a field of possible teaching education by valuing teachers experiences
Objetiva compreender a constituição da docência dos professores do Curso Superior de Tecnologia em Saneamento Ambiental do Ifes Campus Colatina, de modo a apreender suas trajetórias de formação e experiências de docência. Busca tencionar a formação pedagógica desses professores e compreender as razões que os levaram à docência na Educação Superior e as implicações, a partir da opção de ser professor, para a prática pedagógica. Assume como pressuposto que o docente necessita conscientizar-se de seu processo formativo, o que implica a aprendizagem de uma profissão, caracterizada pelos saberes intrínsecos à profissão. Analisa as bases legais sobre a formação desses professores, considerando não haver legislação que trate da formação para a docência no ensino superior e entendendo que o exercício docente no ensino superior exige competências específicas. Ressalta a formação compartilhada e a formação do professor pesquisador como desafio à docência no ensino superior, implicando nos processos constitutivos do ser professor. Considera as singularidades de cada docente, apreendendo conceitos sobre formação, identidade e docência no ensino superior pressupondo que ele participa de um processo de construção identitária, onde as identidades se constituem socialmente. Orienta-se pela pesquisa narrativa que permite ao docente narrador a possibilidade de (re)vivenciar suas práticas formativas e autoformativas, realizando uma interpretação pessoal do percurso vivido. A narrativa docente concentrou-se em refletir sobre o processo de formação e constituição docente que ocorreu e ocorre dentro da história de vida de cada professor. A análise das narrativas revelou que a construção da docência ocorre no processo formativo que deve estar em constante movimento, vislumbrado pela concepção de inacabamento da formação. A concepção docente dos professores narradores aponta que o professor deve trabalhar a formação do discente de forma integrada, unificando o conhecimento específico da área de atuação à formação para a vida. Os professores avaliam que há especificidade na docência de ensino superior em relação a outros níveis de ensino. Analisam que o ensino não deve ser imparcial, trazendo consigo as concepções do professor. Consideram como inerente à função do professor o conhecimento do saber do conteúdo específico quanto o conhecimento pedagógico e valorizam a prática autoformativa, devendo o professor assumir o compromisso com sua autoformação. A autoformação é caracterizada como um processo autônomo de formação docente, requerendo um exercício reflexivo de suas ações e atitudes para compreensão da realidade no qual está inserido. A narrativa de docência propiciou momentos autoformativos para os professores narradores, oportunizando-os momentos de reflexão e contribuindo para a compreensão de sua constituição docente, implicando no fortalecimento das trajetórias, experiências e formação como expressão de conhecimento. Essas considerações nos sugerem compreender o ensino superior como campos das possibilidades da formação do seu professor na valorização das trajetórias dos docentes
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/6055
Appears in Collections:PPGE - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Polliana Brunetti Merlo Souza - Parte 1.pdf5.3 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.