Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/6066
Title: Para lembrar que você existe : um estudo de caso sobre as políticas de inclusão para os estudantes com deficiência na Universidade Federal do Espírito Santo
metadata.dc.creator: Sousa, Haila Lopes de
Keywords: Inclusão em educação;Ensino superior;Deficientes;Inclusion;University Teaching;People with Deficiency
Issue Date: 15-Mar-2013
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Citation: SOUSA, Haila Lopes de. Para lembrar que você existe : um estudo de caso sobre as políticas de inclusão para os estudantes com deficiência na Universidade Federal do Espírito Santo. 2013. 150 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, 2013.
Abstract: This work aims at analyzing the inclusion of deficient students into the Federal University of Espírito Santo (UFES), emphasizing the relationship between the policies proposed by the institution and the academic experience of the students who have deficiency. Nowadays there are serious researches about the inclusion of deficient students in college, but there is still a long way ahead (BUENO, 2002; MOREIRA, 2004; OLIVEIRA, 2007; CASTRO, 2011). The work has the characteristic of study case, in order to fulfill its goals (LUDKE; ANDRÉ, 1996). The theory of index paradigm with the support of writings by Ginzburg (2001) was used to help the understanding of the case. The author emphasizes the deficient students speeches so that it is possible to recognize the kind of treatment they receive inside the university. It also has the contribution of the cultural historical theory of Vigotski (1993) which thinks the subject based on its own view. The tool used to collect data was the documentary analysis as well as the semi-structured interview. It analyzes the education in Brazil from a historical perspective and observes how much the Brazilian education has suffered along the centuries. This is not different when we deal with university teaching. The interview was made with eleven students who belong to the deficient students files at UFES; they indicated some professors to be interviewed. Five of them answered the researcher s questions. Three managers of the University also participated in the research. They offered the official documents of UFES for analysis. Based on its data, the research makes it possible to see that the access to the University by means of the Entrance Examination is pointed out as something positive, since it enables the candidate, providing the necessary resources to do the test. It is also possible to observe that the financial help policies are well evaluated, but the students with deficiency believe that the question of help is not only that. It was also noticed that there is lack of accessible infrastructure, academic follow up, as well as school material for the students. There is also the necessity of giving the right direction to the professors work. It also shows the necessity of institutionalized policies for UFES
Este trabalho tem como objetivo analisar a inclusão dos estudantes com deficiência na Universidade Federal do Espírito Santo (UFES), enfatizando a relação entre as políticas propostas pela a instituição e as vivências acadêmicas dos estudantes com deficiência. Atualmente existem trabalhos consistentes sobre a temática da inclusão dos estudantes com deficiência no Ensino Superior, mesmo que se tenha ainda um longo caminho a percorrer (BUENO, 2002; MOREIRA, 2004; OLIVEIRA, 2007; CASTRO, 2011). Para atender aos objetivos propostos, o trabalho tem natureza qualitativa do tipo estudo de caso (LUDKE; ANDRÉ, 1996). Para ajudar a entender essa conjuntura a análise dos dados utilizou a teoria do paradigma indiciário com o apoio dos escritos de Ginzburg (2001), quando o autor remete a ênfase nos indícios das falas dos estudantes com deficiência para reconhecer qual tratamento dado a eles dentro da universidade. Conta também, com as contribuições da teoria histórico-cultural de Vigotski (1993), no que se refere pensar o sujeito, a partir dele mesmo. Como instrumento para coleta de dados utiliza análise documental e a entrevista semi-estruturada. Analisa a educação no Brasil a partir de uma perspectiva histórica e observa o quanto a educação do país sofreu ao longo dos séculos. Do ponto de vista do ensino superior, isso não se mostra diferente. Foram entrevistados onze alunos que se encontravam no cadastro dos estudantes com deficiência da UFES; estes indicaram professores para serem entrevistados, dos quais cinco responderam às questões propostas pela pesquisadora. Participaram também três gestores da Universidade, que colocaram à disposição os documentos oficiais da UFES para serem analisados. Em seus dados, o trabalho observa que o acesso à universidade, por meio do vestibular, é apontado como um ponto positivo, pois disponibiliza ao candidato que necessita os recursos necessários para realizar a prova. Também observa que as políticas que se referem aos auxílios financeiros são bem avaliadas, porém, para os estudantes com deficiência, a questão do auxílio não se resume a isso. O estudo observa ainda, que falta infraestrutura acessível, um acompanhamento da vida acadêmica e materiais para os alunos, assim como um direcionamento para o trabalho dos professores. E aponta a necessidade de uma política institucionalizada para a UFES
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/6066
Appears in Collections:PPGE - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Haila Lopes de Sousa.pdf1.84 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.