Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/6081
Title: Ensino-aprendizagem de matemática para alunos com deficiência : como aprende o sujeito com Síndrome de Down
metadata.dc.creator: Rodrigues, Christiane Milagre da Silva
Keywords: Aprendizagem Matemática;Educação Inclusiva;Síndrome de Down;Learning Mathematics;Inclusive Education;Down syndrome
Issue Date: 19-Dec-2013
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Citation: RODRIGUES, Christiane Milagre da Silva. Ensino-aprendizagem de matemática para alunos com deficiência : como aprende o sujeito com Síndrome de Down. 2013. 168 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, 2013.
Abstract: The goal of this research was the enlarge of the teaching and learning process of mathematics to Down syndrome students enrolled at the last years of Fundamental Education, assuming the characteristics of a collaborative case study. The man subjects were two finalist Fundamental students from a public school at Serra - ES. Alice, 16 years old, coursing 7th grade and Barbara 13 years old cursing 6th grade. Each one of them were accompanied by a Pedagogy intern. The research sought to identify and evaluate their logic-mathematics knowledge, analyzed the teaching and learning process of Mathematics, the students limitations and their potentials. Sought for strategies to bring them this subject learning, and established relationships for mathematics knowledgeable constructions that allowed the comprehension and transform daily life. The data collection was performed through observation, field diaries, analytics memories, documental analyses and audio recording. We supported our theoretical foundation mainly based on Vigotski and D Ambrosio. We performed an exploratory period in which some students were observed in class and at school facilities. Semi-structured interviews were performed with professionals who worked with these students, their responsible and with the students themselves. The survey showed that the students did not have elemental numerical knowledge worked on initial grades, they were not literate and had few interactions with teachers and classmates in class. They were observed during four months, in the four weekly classes which activities that had as an objective develop their mathematic knowledge, were explored regardless the subject given by each grade. Development were seen although steel shy. The paper revealed forms to perform a more effective teaching of Mathematics in Inclusive Education, providing a (re) building a pedagogical practice by the school on the benefit of the development of essential skills to a student competence with Down syndrome
Esta pesquisa teve como objetivo ampliar a compreensão do processo de ensino e aprendizagem da Matemática para alunos com síndrome de Down inscritos nos últimos anos do Ensino Fundamental, assumindo as características de um estudo de caso colaborativo. Os sujeitos centrais foram duas alunas dos últimos anos do Ensino Fundamental de uma escola pública municipal de Serra - ES. Alice, de 16 anos, cursava a 7ª série, e Bárbara com 13 anos o 6º ano. Cada uma delas era acompanhada por uma estagiária que cursava Pedagogia. A pesquisa procurou identificar e avaliar seus conhecimentos lógico-matemáticos, analisou o processo de ensino e aprendizagem de Matemática empregado, as limitações das alunas e suas potencialidades. Buscou estratégias para levá-las à aprendizagem desta disciplina, e estabeleceu relações para a construção de conhecimentos matemáticos que lhes permitisse compreender e transformar o seu dia a dia. A coleta de dados foi realizada através da observação participante, diário de campo, memórias analíticas, análise documental e áudio gravação. Para o embasamento teórico nos apoiamos principalmente em Vigotski e D Ambrósio. Realizamos um período exploratório em que as alunas foram observadas em suas aulas e nos demais espaços escolares. Foram realizadas entrevistas semiestruturadas com profissionais que trabalhavam com essas alunas, com seus responsáveis e com elas mesmas. A sondagem mostrou que as alunas não possuíam conhecimentos numéricos elementares trabalhados nas séries iniciais, não eram alfabetizadas e interagiam pouco com professores e colegas na sala de aula. Elas foram acompanhadas durante quatro meses, nas quatro aulas semanais de Matemática, quando foram exploradas atividades que visavam melhorar seu desempenho matemático, independentemente do conteúdo relativo à série cursada. Houve avanços, ainda que tímidos. O trabalho apontou para formas de realizar um ensino mais efetivo da Matemática na Educação Inclusiva, proporcionando à Escola (re)construir uma prática pedagógica que favoreça o desenvolvimento de habilidades imprescindíveis à competência do aluno com síndrome de Down
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/6081
Appears in Collections:PPGE - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Christiane Milagre da Silva Rodrigues.pdf5.95 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.