Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/6092
Title: Pesquisa-ação e inclusão escolar : uma análise da produção acadêmica em educação especial a partir das contribuições de Jürgen Habermas
metadata.dc.creator: Almeida, Mariangela Lima de
Keywords: Pesquisa-ação;Educação especial;Inclusão escolar;Produção acadêmica;Pressupostos habermasianos;Action research;Special education;School inclusion;Academic production;Habermasian presuppositions
Issue Date: 27-Apr-2010
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Citation: ALMEIDA, Mariangela Lima de. Pesquisa-ação e inclusão escolar : uma análise da produção acadêmica em educação especial a partir das contribuições de Jürgen Habermas. 2010. 233 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, 2010.
Abstract: Investiga os pressupostos teórico-metodológicos e epistemológicos da pesquisa-ação utilizados na produção acadêmica, na área da Educação Especial/inclusão escolar. Analisa teses e dissertações defendidas, em âmbito nacional, no período de 1999 a março de 2008. Mapeia 45 estudos que se constituem no corpus de análise. Desenvolve-se a partir da pesquisa da pesquisa , tomando a análise epistemológica como perspectiva disparadora das discussões acerca dos aspectos implícitos e explícitos na dialética entre pergunta e resposta, nos estudos analisados. Como instrumento de organização dos textos, utiliza o quadro esquemático inspirado nos princípios do esquema paradigmático. Como perspectiva teórico-metodológica, fundamenta-se nos pressupostos Teoria da Ação Comunicativa elaborados, por Jürgen Habermas com o objetivo de compreender e analisar os pressupostos e saberes da pesquisa-ação assumidos nos estudos e o modo como são empregados pelos autores. Constrói diálogos baseados em processos argumentativos entre os autores-pesquisadores, na busca por entendimentos e acordos. Observa mediante o estado da arte, que a abordagem metodológica da pesquisa-ação é incorporada a um número expressivo de estudos na perspectiva da inclusão escolar que problematiza, sobretudo, a formação continuada de professores e a prática docente. Faz emergir do diálogo entre os autores-pesquisadores os argumentos teórico-metodológicos para a pesquisa-ação: as relações entre autores (pesquisadores) e atores (participantes do contexto), os papéis atribuídos a esses sujeitos, a constituição do problema de pesquisa, a dinâmica da pesquisa-ação e a diáletica entre compreensão e transformação da realidade. Através da discussão entre os autores, revela que esses pressupostos são utilizados de diferentes formas durante os momentos da pesquisa, devido aos diferentes modos de esses autores conceberem a ação, na processualidade da pesquisa-ação. Evidencia que, quando as ações são conduzidas pelo agir comunicativo, há busca por entendimentos mútuos, que podem evoluir para acordos normativos pela via de uma intersubjetividade partilhada. Nesse caso, o processo de pesquisa-ação é conduzido pela autorreflexão crítica e colaborativa. Em outra perspectiva, quando as ações são guiadas pelo agir estratégico, são conduzidas com base em interesses individuais que se materializam em planos de intervenção com foco em resultados predefinidos. Constata que, na primeira perspectiva as mudanças ocorridas se iniciam em processo e tendem a transcender o imediato, atingindo o âmbito sociopolítico, e , na segunda perspectiva, as mudanças tendem a ser imediatas e pragmáticas. Possibilita considerar que, na área de Educação Especial, na perspectiva da inclusão escolar, a pesquisa-ação contribui, sobretudo, para a viabilidade de um trabalho colaborativo e coletivo no contexto escolar. Para efeito de análises futuras, mostra a importância da construção de conhecimentos a partir de reflexões e ações com o outro, com vistas a compreender os meandros do processo de pesquisa
This study investigates the theoretical-methodological and epistemological presuppositions of the action research used in academic production in the field of Special Education/school inclusion. It analyzes the theses and dissertations defended all over the country in the period between 1999 and March 2008. It maps 45 studies that constitute the analysis corpus. This study is developed from the idea of research on research , using epistemological analysis as a trigger for discussions about the implicit and explicit aspects in the dialectics between question and response in the studies analyzed. The scheme chart inspired on the principles of paradigmatic scheme was used as an instrument to organize the texts. From a theoretical-methodological perspective, the study is based on the Theory of Communicative Action created by Jürgen Habermas in order to understand and analyze the presuppositions and knowledge of the action research assumed in the study, as well as the way they are approached by the authors. It builds dialogues based on argumentation between authors and researchers so as to achieve agreement and understanding. It observes that the methodological approach of the action research is incorporated into a significant number of studies from the perspective of school inclusion that mainly problematizes the continuing education of teachers and the teaching practice. It makes the theoretical-methodological arguments for the action research emerge from the dialogue between the authors and researchers: the relationship between authors (researchers) and actors (context participants); the roles attributed to these subjects; the constitution of the research question; the action research dynamics; and the dialectics between the understanding and transformation of reality. Through discussions among the authors, the study reveals that these presuppositions are used in different ways during the investigation, because of the different ways in which these authors conceive action in the action research process. It shows that, when the actions are carried out through communicative acting, there is a search for mutual understanding that can evolve into normative agreements by means of shared intersubjectivity. In this case, the action research process is carried out through critical and collaborative self-reflection. From a different perspective, when the actions are guided by the strategic acting, they are carried out based on individual interests materialized at intervention levels which focus on predefined results. The study verifies that, from the first perspective, the occurring changes begin as a process and tend to transcend immediacy, achieving the socio-political sphere. From the second perspective, the changes tend to be immediate and pragmatic. It is possible to consider that, in the Special Education field and from the school inclusion perspective, action research contributes mainly to a feasible collaborative and collective work in the school context. As far as future analyses are concerned, the study shows the importance of constructing knowledge based on reflections and actions with the other so as to understand the path of the research process
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/6092
Appears in Collections:PPGE - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Mariangela Lima de Almeida.pdf2.05 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.