Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/6105
Title: Sobre o impacto do Movimento Renovador da Educação Física nas identidades docentes
metadata.dc.creator: Machado, Thiago da Silva
Keywords: Educação Física escolar;Produção acadêmica;Impacto;Identidade docente;School Physical Education;Academic production;Impact;Teachers/ identity
Issue Date: 14-Mar-2012
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Citation: MACHADO, Thiago da Silva. Sobre o impacto do Movimento Renovador da Educação Física nas identidades docentes. 2012. 191 f. Dissertação (Mestrado em Estudos Pedagógicos e Culturais da Educação Física) - Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, 2012.
Abstract: The paper reflects on the impact of Renewal Movement of the Physical Education (MREF) regarding teachers/ identity that have concluded the course of initial formation prior the first years of the ninetieth decade. It examines the hypothesis that the PE denaturalization caused by such production, particularly due to sports critics, would have focused on the teachers/ identity of these subjects. The research does an empirical job through semi structured interviews with Physical Education (PE) teachers who live in different Brazilian States and regions (it dialogues, mainly, with 13 teachers of 9 distinct States in Brazil). The work discusses the configuration process of that academic Movement, having as analysis perspective the sociology of Zygmunt Bauman (1998, 1999, 2010), and it points the legislator posture admitted by MREF on the attempt to reorganize the area. It establishes a dialogue with the theory of the social acknowledgement of Axel Honneth (2009) aiming at understanding how such legislator posture conditioned the identity constitution of the PE teachers. To do so, the research takes into consideration the concept of the generalized other of George H. Mead (1972), it approaches the idea of a legislator intellectual practice of the denegation recognition impression described by Honneth (2009).It indicates the MREF impact as result of a process touched by a moral grammar, which the affective-moral issues are highlighted. In conclusion, regardless the possibility to renew and broaden PE, the legislator attitude taken, linked to a proposal to break the PE tradition (especially due to the sports critics), it was interpreted by teachers as disrespect situations, forbidding them of self-realization in the community of values of PE (in this case, the value of affective relation of those teachers with sports was fundamental). Finally it stands out the importance of consideration, in the processes of continuing formation, of experiences, beliefs and the knowledge accumulated by teachers, seeking for a review of the relation between academic knowledge and the one produced in the practice
Reflete sobre o impacto do Movimento Renovador da Educação Física (MREF) nas identidades docentes dos professores da área que concluíram seus cursos de formação inicial em período anterior aos primeiros anos da década de 1990. Examina a hipótese de que a desnaturalização da EF promovida por essa produção, particularmente em função da crítica ao esporte, teria incidido na identidade do ser docente desses sujeitos. Realiza um trabalho empírico a partir de entrevistas semiestruturadas com professores de Educação Física (EF) residentes em diferentes Estados e Regiões brasileiras (dialoga, especificamente, com 13 docentes de 9 distintos Estados do País). Problematiza o processo de configuração desse Movimento acadêmico, tomando como perspectiva de análise a sociologia de Zygmunt Bauman (1998, 1999, 2010), e aponta a postura legisladora assumida pelo MREF na tentativa de reordenar a área. Estabelece diálogo com a teoria do reconhecimento social de Axel Honneth (2009) a fim de compreender em que medida essa mesma postura legisladora condicionou a constituição identitária dos professores de EF. Para tanto, levando em consideração o conceito de outro generalizado de George H. Mead (1972), aproxima a ideia de uma prática intelectual legisladora da noção de denegação do reconhecimento descrita por Honneth (2009). Aponta o impacto do MREF como resultado de um processo tangenciado por uma espécie de gramática moral, na qual sobressaem as questões de cunho afetivo-moral. Conclui que, a despeito de ter possibilitado renovar e ampliar a EF, a postura legisladora adotada, atrelada à proposta de uma ruptura com a tradição da EF (mormente, em função da crítica do esporte), foi interpretada, por parte dos professores, como situações de desrespeito , impossibilitando-os de autorrealização na comunidade de valores da EF (nesse caso, o peso da relação afetiva daqueles docentes com o esporte foi fator fundamental). Destaca, por fim, a importância da consideração, nos processos de formação continuada, das experiências, das crenças e dos saberes acumulados pelos professores das escolas, visando a uma revisão da relação entre o conhecimento acadêmico e o conhecimento produzido na prática
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/6105
Appears in Collections:PPGEF - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Thiago da Silva Machado.pdf1.59 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.