Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/6282
Title: O equilíbrio entre o elemento irracional e racional na ideia de sagrado em Rudolf Otto
metadata.dc.creator: Santos, Edson Kretle dos
Keywords: Sagrado;Irracional;Racional;Religião;Sacred;Irrational;Rational;Religion
Issue Date: 26-Apr-2012
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Citation: SANTOS, Edson Kretle dos. O equilíbrio entre o elemento irracional e racional na ideia de sagrado em Rudolf Otto. 2012. 159 f. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, 2012.
Abstract: The purpose of this dissertation is to elucidate in what way the rational and the irrational elements frame the human notion of the sacred, according to the philosopher Rudolf Otto. Marked by XX Century s rule of reason, Otto reacts to the Enlightenment, which interprets the sacred solely as metaphysical, moral and evolutional formulations. After the Kantian critique, the knowledge path becomes an impossible way to the understanding of the sacred and of the religious phenomenon. Thus, the author recaptures the sentiment as the origin and the openness of the human search for the divine. Since the experience of the nouminous belongs to the sphere of the sentiment, it follows that it is understood, constituted and characterized by the irrational aspect, for the religious experience has the peculiarity of the mysterious. Given this argument, Otto responds to the Enlightenment Age stating that the mystery of the sacred shall never be encompassed by reason alone. On the other hand, a religion based exclusively on sentiment contributes to the emergence of various self-denominated miraculous, magical religious practices. The theological reflections of such religions tend to mix capitalist exchanges and divine promises of prosperity. Otto reveals himself as a supremely important philosopher in the analysis of many contemporary religious practices which emphasize the emotional aspect. In such religions the exclusion of reason is evident, which the author rejects as inconceivable, given the argument that the rational element is a fundamental component of religion. Hence, Otto s intention, as well as that of this dissertation, is to demonstrate that the religious experience is composed both by the irrational and the rational elements and that only when these two aspects are in a state of healthy balance it is possible to achieve a profound experience of the divine.
Pretende-se elucidar, a partir do pensador Rudolf Otto, de que maneira o elemento racional e irracional compõem a noção humana de sagrado. Otto, marcado pelo século XX, responde ao Iluminismo, que interpreta o sagrado apenas como formulações metafísicas, morais e evolutivas. Após a crítica kantiana, a via do conhecimento tornou-se um o caminho impossível para compreensão do sagrado e do fenômeno religioso. Por isso, o autor resgata o sentimento como origem e abertura do humano na busca pelo divino. A experiência do numinoso por está situada no âmbito do sentir passa a ser compreendida, constituída e caracterizada pelo atributo irracional uma vez que a vivência da religião possui peculiaridade do misterioso. Nesse sentido, então, Otto responde à Era do Esclarecimento afirmando que o mistério do sagrado jamais será abarcado pela razão. Em contrapartida, uma religião demasiadamente baseada apenas no sentimento fez com emergisse no contexto religioso contemporâneo muitas práticas religiosas mágicas e que se auto-intitulam milagrosas. Geralmente, as reflexões teológicas dessas religiões mesclam trocas capitalistas e prósperas bênçãos divinas. Otto torna-se um pensador de suma importância para analisar muitas práticas religiosas atuais, como dito acima, que enfatizam em excesso o aspecto emotivista na religião. Em tais posturas religiosas percebe-se a exclusão da racionalidade na religião, que para o autor em questão é algo inconcebível uma vez que ele atesta que o elemento racional é componente fundamental da religião. Portanto, o intuito de Otto e também dessa dissertação, é mostrar que a experiência religiosa é composta pelo elemento irracional e racional e somente quando ambos aspectos estão em sadio equilíbrio é que se faz uma profunda vivência do divino
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/6282
Appears in Collections:PPGFIL - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Edson Kretle dos Santos.pdf1.1 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.