Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/6297
Title: Características hidrogeomorfológicas das bacias hidrográficas dos rios Santa Maria do Rio Doce e Santa Joana/ES
metadata.dc.creator: Mendonça, Patrícia Ramaldes
Keywords: Hidrogeomorfologia;Bacias hidrográficas;Erosão;Hydrogeomorphology;Watersheds;Erosion
Issue Date: 9-Sep-2013
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Citation: MENDONÇA, Patrícia Ramaldes. Características hidrogeomorfológicas das bacias hidrográficas dos rios Santa Maria do Rio Doce e Santa Joana/ES. 2013. 141 f. Dissertação (Mestrado em Natureza, Técnica e Território) - Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, 2013.
Abstract: Sediment generated by erosion in watersheds often are carried by rain to water bodies compromising water quality. The objective of this study was to perform a comparative assessment of the watersheds Santa Maria do Rio Doce and Santa Joana about the potential generation of sediment from hydrogeomorfophology analysis, hydrossedimentology analysis and mapping of erosion fragility on the watersheds. Characterization of watersheds identified existing environmental scenarios, emphasizing the main aspects that affect erosion processes, such as terrain slope, soil type, use and land cover, among others. Hydrogeomorphology analysis was performed from the morphometric drainage basin data of linear, areal and hypisographic parameters. it was also attempted to relate the results of hydrossedimentology with hydrogeomorfology analysis. The mapping of erosion fragility contributed to the spatial understanding of the main focus of erosion in river basins. Thus, sub-basins were suggested interventions for erosion control and hydrosedimentological monitoring. The weighted average of erosion fragility classes allowed a more direct comparison with the values obtained for other parameters analised. Results related with morphometric parameters and weighted average of erosion fragility classes suggest that the tendency of sediment yield per unit area of Santa Maria do Rio Doce river basin is slightly higher than the corresponding to the Santa Joana basin. Hydrosedimentological data, although limited to a few rain events, allowed a sense of solid transport in the river of the two main basins. Analysis methods used in the study proved to be important tools for understanding the erosive dynamics on watersheds and, therefore, important tools for future projects to improve the water quality of the studied watercourses
Sedimentos gerados por erosão em bacias hidrográficas muitas vezes são carreados pelas chuvas para corpos hídricos comprometendo a qualidade da água. O objetivo do presente trabalho foi realizar uma avaliação comparativa das bacias hidrográficas dos rios Santa Maria do Rio Doce e Santa Joana quanto aos potenciais de geração de sedimentos, a partir de análises hidrogeomorfológicas, hidrosedimentológicas e mapeamento de fragilidade à erosão. A caracterização das bacias hidrográficas identificou os cenários ambientais existentes nas bacias hidrográficas, enfatizando os principais aspectos que interferem nos processos erosivos, como a declividade do terreno, o tipo de solo, o uso e cobertura da terra, entre outros. A análise hidrogeomorfológica foi realizada a partir da geração de dados morfométricos linear, areal e hipsográfico, buscando-se relacionar os resultados hidrosedimentológicos com os hidrogeomorfológicos. O mapeamento de fragilidade à erosão contribuiu para entender espacialmente os principais focos de erosão nas bacias hidrográficas. Com isso, foram sugeridas sub-bacias para intervenções de controle de erosão e monitoramento hidrosedimentológico. A média ponderada das classes de fragilidade à erosão permitiu uma comparação mais direta com os valores obtidos para outros parâmetros. Os resultados relativos aos parâmetros morfométricos e a média ponderada da fragilidade à erosão das bacias hidrográficas sugerem que a tendência à produção de sedimentos por unidade de área da bacia hidrográfica do rio Santa Maria do Rio Doce é ligeiramente superior à correspondente à bacia do Santa Joana. Os dados hidrosedimentológicos, apesar de limitados a alguns eventos de chuva, permitiram uma noção do transporte sólido nas calhas principais das duas bacias. Os métodos de análise utilizados na pesquisa demonstraram ser ferramentas importantes para o entendimento das dinâmicas erosivas nas bacias hidrográficas e, com isso, importantes instrumentos para futuros projetos de melhoria da qualidade da água dos cursos d água das bacias estudadas
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/6297
Appears in Collections:PPGGEO - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Patricia Ramaldes Mendonca - Parte 1.pdf1.37 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.