Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/6327
Title: Cultura política e relações de poder na região de São Mateus : o papel da Câmara Municipal (1850- 1889)
Other Titles: Political Culture and Power Relations in the region of São Mateus/ ES/ Brazil The role played by the Municipal Lower Chamber
metadata.dc.creator: Russo, Maria do Carmo Oliveira
Keywords: poder;oligarquia;cultura política;power;oligarchy;political culture
Issue Date: 1-Jul-2007
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Citation: RUSSO, Maria do Carmo Oliveira. Political Culture and Power Relations in the region of São Mateus/ ES/ Brazil The role played by the Municipal Lower Chamber. 2007. 141 f. Dissertação (Mestrado em História Social das Relações Políticas) - Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, 2007.
Abstract: O presente trabalho tem por finalidade abordar, num primeiro momento, alguns aspectos da formação política, social e econômica do município de São Mateus, cidade portuária do extremo norte do Espírito Santo, a qual canalizava e escoava toda a produção agrícola regional, durante a segunda metade do século XIX. Tomando como referência inicial a elevação da Vila de São Mateus, à categoria de cidade, em 1848, procuramos enfatizar seus aspectos políticos, a partir da formação de uma oligarquia mateense, polarizada pela família dos Coronel e Major Antonio Rodrigues da Cunha, pai e filho, respectivamente, sendo este último também conhecido por Barão de Aimorés. Durante praticamente todo o período Imperial, São Mateus é considerado o maior produtor de farinha de mandioca da Província do Espírito Santo e um dos mais importantes da costa brasileira, além de se inserir também, com relativo sucesso, na incipiente produção cafeeira da Província capixaba. O rio São Mateus atuando como uma via natural de escoamento agrícola e o movimento intensificado de seu porto (fluvial), próximo à costa brasileira, onde se registra um significativo mercado de escravos, favorecendo a sua produção agrícola, pode ser considerado o vetor de desenvolvimento regional. Neste contexto procurou-se destacar suas peculiaridades regionais, assim como sua relação com o porto marítimo de Conceição da Barra, outrora, Barra de São Mateus, para num segundo momento, analisar o papel de sua oligarquia agrária junto ao poder local, representado pela Câmara Municipal, assim como a ampliação de suas influências a nível regional e provincial. Observamos as relações de poder regional, através de uma política de casamentos entre uma mesma parentela, onde identificamos a existência de um verdadeiro clã parental, com forte influência política na região, no decorrer do período estudado, onde se observa a formação de uma cultura política peculiar. A pesquisa nas fontes constituiu-se da consulta aos Relatórios dos Presidentes da Província no período estudado, disponíveis no Arquivo Público do Estado, algumas Atas da Câmara e correspondências entre o governo municipal e provincial.
This work aims to approach, at first, some aspects of the political, social and economical formation of the municipality of São Mateus a port town in the extreme north of the state of Espírito Santo, Brazil which used to get and distribute all the agricultural production of the region in the XIX century second half. The raise of the São Mateus Village into the category of a town, in 1848, is the initial marking point, in order to focus political aspects and the formation of a São Mateus oligarchy. The here so called oligarchy was centered upon a family of a Colonel and a Major father and son, respectively both named Antônio Rodrigues da Cunha, being the son also titled as The Baron of Aimorés. Virtually, all through the imperial era São Mateus was considered the biggest producer of manioc flour in the Espírito Santo province, and one of major importance on the Brazilian coast. Besides, it appeared successfully in the incipient coffee production in that province. The São Mateus River, as a natural route for crops, and its busy port very close to the shore where a significant slaves market could be found, favoring the agricultural production, helped promote development to the region. In this scenario, regional peculiarities of the São Mateus River are highlighted, as well as its relation with the sea port of Conceição da Barra then called Barra de São Mateus. A consecutive analysis is accomplished about the role of its agricultural oligarchy along with the local political power here represented by the Municipal Lower Chamber as well as the enlargement of its regional and provincial influences. The regional power relations can be observed through a marriage policy among a same lineage in which a true relatival clan there existed with political influence in the region during the period under study, and thus the formation of a peculiar political culture. The research on the sources has been carried out by consulting the Presidents of the Province s Reports of that period, available in the State Public Files, some Municipal Lower Chamber s Records, and the mailing between the municipal and the provincial governments.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/6327
Appears in Collections:PPGHIS - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MARIA CARMO DO RUSSO.pdf539.56 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.