Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/6330
Title: Igreja, conflito e poder no século IV d.C. : João Crisóstomo e o levante das estátuas em Antioquia
metadata.dc.creator: Silva, érica Cristhyane Morais da
Keywords: Crisóstomo, João, Presbítero, 349-407;Cristianismo;Igreja e Estado;Cultura política;Roma - História - Império, Séc. IV d.C. I.;Silva, Gilvan Ventura da
Issue Date: 25-Apr-2006
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Citation: SILVA, érica Cristhyane Morais da. Igreja, conflito e poder no século IV d.C. : João Crisóstomo e o levante das estátuas em Antioquia. 2006. 190 f. Dissertação (Mestrado em História Social das Relações Políticas) - Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, 2006.
Abstract: The Riot of The Statues was a conflict that happened in 387 A.D., at Antioch, an important city of the Roman Empire under the reign of Theodosius (379-395). It was a popular protest against the creation of a new tax. When the announcement of the new tax reached the city, the curiales began the protests which lead to the destruction of the imperial portraits and the overthrow of imperial statues. To destruct imperial images were a major crime in the Fourth Century of the Later Roman Empire. Therefore the city and its inhabitants suffer lots of punishment like the city lost its status as a metropolis, some of the rioters were executed, and others put to prison. Besides, Theodosius intents to destroy the city and burns it with its inhabitants within. The population was afraid waiting for the imperial response. However, Theodosius pardoned the city and restored it to its former condition as a metropolis. This conflict received much attention from different ancient writers. However, it was Libanius and John Chrysostom that will emphasize the importance of this riot. Libanius delivered five orations about the riot and John Chrysostom delivered, traditionally, twenty one homilies. These two testimonies became the primary sources about The Riot of the Statues. A research about this theme could be based in one of these two later sources or in both. Nevertheless, Libanius testimony is more studied than Chrysostom s with regard to the riot. Considering this, our purpose with this dissertation will be to show the point of view of John Chrysostom, his interpretation of the riot. We will understand how John Chrysostom presents the Christian interference on the riot by showing how he describe his interference and also the interference of the monks and bishop Flavian on behalf of the city and its inhabitants according. Our aim is demonstrate that Christian interference helped in a particular way on the final imperial decision with regard to the city
Em 387 d.C., em Antioquia, uma província importante do Império Romano, sob o reinado de Teodósio (379-395), ocorreu uma manifestação popular que ficou conhecida como o Levante das Estátuas. Esse conflito teve como motivo imediato a determinação de um novo imposto. Assim, quando do anúncio da medida, protestos oriundos dos membros da cúria de Antioquia iniciaram os acontecimentos que levaram à destruição das imagens do imperador e de sua família. No século IV, a destruição de imagens imperiais é um dos crimes de lesa-majestade de maior gravidade. Em razão disso, a cidade sofreu diversas punições. Das pessoas que foram responsabilizadas pelo ocorrido, algumas foram executadas e outras, presas. Teodósio ainda pretendia destruir a cidade, juntamente com a população, devido à ofensa cometida. No entanto, na resolução final do conflito, Teodósio perdoou a cidade, os que ainda estavam presos foram anistiados e restituídos a seus cargos e a cidade retornou a seu status anterior. Esse levante recebeu um destaque significativo na história do Baixo Império Romano. De fato, vários escritores da época escreveram sobre o conflito. Mas são os cinco discursos do retórico pagão Libânio sobre o assunto e, sobretudo, as vinte e uma homilias do presbítero João Crisóstomo que se tornaram as principais fontes documentais do acontecido, pela ênfase que dão ao conflito. Dessa forma, os estudos historiográficos que versam sobre o levante em Antioquia podem ser fundamentados pela primeira ou pela segunda fonte, senão por ambas. No entanto, observamos que o testemunho de Libânio é, consideravelmente, mais explorado pela historiografia que o testemunho de João Crisóstomo, apesar de este, em relação a Libânio, legar-nos uma documentação mais numerosa. Tendo isso em vista, o objetivo da presente dissertação é mostrar o ponto de vista de João Crisóstomo acerca do levante centrando atenção, por um lado, na maneira como João Crisóstomo concebe a destruição das estátuas e, por outro, como compreende a interferência cristã no conflito a partir das intercessões dele próprio junto à população, dos monges junto aos magistrados e do bispo Flaviano junto ao Imperador a fim de demonstrar que a interferência cristã influenciou de uma maneira particular a decisão imperial no que se refere à resolução final do conflito
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/6330
Appears in Collections:PPGHIS - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao de Erica Cristhyane Morais da Silva.pdf850.66 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.