Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/6338
Title: Estado e políticas públicas: Industrialização, fragmentação social o caso de Anchieta e Guarapari (1960 2004)
metadata.dc.creator: Fukuda, Rachel Franzan
Keywords: Industrialização;Urbanização;Fragmentação social;Segregação sócio-espacial;Estigmatização;Criminalidade urbana;Industrialization;Urbanization;Social fragmentation;Segregation;Stigmatization;Urban crime
Issue Date: 18-Sep-2012
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Citation: FUKUDA, Rachel Franzan. Estado e políticas públicas: Industrialização, fragmentação social o caso de Anchieta e Guarapari (1960 2004). 2012. 134 f. Dissertação (Mestrado em História Social das Relações Políticas) - Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, 2012.
Abstract: As metrópoles brasileiras estão concentrando hoje a problemática social, cujo lado mais evidente e dramático é a exacerbação da violência. Neste cenário, os homicídios, em especial o juvenil, têm merecido crescente interesse tanto pela mídia, quanto pelo poder público e academia. A presente dissertação tem como pano de fundo a industrialização e suas consequências na formação do tecido urbano do Espírito Santo, particularmente, dos municípios de Anchieta e Guarapari, entre 1960 e 1980, mas pauta-se na reflexão sobre a formação de periferias, especificamente dos bairros Recanto do Sol e Mãe-bá em Anchieta e Adalberto Simão Nader e Kubistchek em Guarapari e sua relação com o processo de industrialização na região. Tais bairros são rotulados como sendo foco de criminalidade e que este perfil estaria relacionado uma característica cultural de sua população: regiões representadas como novas bahias , bairro dos baianos . Nesse sentido a dissertação descreve as etapas de industrialização brasileira, com recorte para a industrialização do Espírito Santo, com ênfase na no momento de superação de um modelo agrário-exportador para um modelo capitalista industrial e nos impactos na constituição do tecido urbano nas cidades. A pesquisa analisa o contexto de formação destes bairros, sob o foco do processo de urbanização, que pode ser representado pela superação da população rural pela urbana a partir da década de 1970. Tal fenômeno marca a expansão urbana da região, resultado do aumento do contingente populacional em função da oferta de mão de obra nos centros econômicos, em particular com o surgimento de indústrias. E apresenta um cenário de fragmentação do espaço urbano e de estigmatização da população migrante. A pesquisa justifica-se pela atual posição central da região sul no novo ciclo de desenvolvimento econômico do Estado.
The Brazilian cities are now concentrating on the social problem, whose side is more evident and dramatic exacerbation of violence. In this scenario, murders, especially the youth, have received growing interest by both the media and by government and academia. This dissertation has as background the industrialization and its consequences in shaping the urban fabric of the Holy Spirit, particularly the municipalities of Anchieta and Guarapari between 1960 and 1980, but is guided in considering the formation of suburbs, specifically the Corner neighborhood of the Sun and Mother-bah in Anchieta and Adalberto Simon Nader and Kubistchek Guarapari and its relation to the process of industrialization in the region. Such neighborhoods are labeled as the focus of crime and that this profile is related cultural characteristics of a population: regions represented as "new bays", "neighborhood of Bahia." In this sense the thesis describes the stages of industrialization, with a cutout for the industrialization of the Holy Spirit, with emphasis on the moment of overcoming the agrarian exporting to an industrial capitalist system impacts in the constitution of the urban cities. The research analyzes the context of formation of these districts, from the standpoint of the urbanization process, which can be represented by overcoming the urban rural population from the 1970s. This phenomenon marks the expansion of the urban region, a result of increased population group depending on the supply of labor in the economic centers, particularly with the emergence of industries. It presents a scenario of fragmentation of urban space and the stigmatization of migrants. The research is justified by the current central position in the south in the new cycle of economic development of the state
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/6338
Appears in Collections:PPGHIS - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Capa - Sumario.pdf204.75 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.