Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/6341
Title: Reflexões sobre o Integralismo em Cachoeiro de Itapemirim : contribuições para a compreensão da expansão integralista no espaço brasileiro
metadata.dc.creator: Oliveira, Flávio dos Santos
Keywords: Oligarquias;Integralismo;Expansão;Arregimentação;Antiintegralismo;Ressentimento;Oligarchies;Integralism;Expansion;Regimentation;Anti-integralism;Resentment
Issue Date: 29-Jun-2012
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Citation: OLIVEIRA, Flávio dos Santos. Reflexões sobre o Integralismo em Cachoeiro de Itapemirim : contribuições para a compreensão da expansão integralista no espaço brasileiro. 2012. 112 f. Dissertação (Mestrado em História Social das Relações Políticas) - Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, 2012.
Abstract: Após a Revolução de 1930, muitos cachoeirenses tiveram frustradas suas expectativas de maior representatividade política. A rearticulação dos interesses oligárquicos no Partido Social Democrático e no Partido da Lavoura suprimiu ao mínimo os acessos democráticos ao Aparelho de Estado. É nesse contexto de exclusão e frustração com os caminhos da vida política após a Revolução de 1930 que a AIB funda em 1935 o núcleo integralista de Cachoeiro de Itapemirim. Aí aela encontra um conjunto de fatores favoráveis ao seu crescimento. No Espírito Santo, ela encontrara terreno fértil para sua expansão, sobretudo, nas regiões de colonização italiana. Apesar de Cachoeiro de Itapemirim não ser um município de predominante colonização italiana, em muitos distritos e municípios próximos a ela, como Floresta, Castelo, Alegre, Venda Nova do Imigrante entre outros, a presença de italianos era significativa. Nessas regiões, a AIB ostentará toda sua força e organização. Ademais, uma vez que Cachoeiro de Itapemirim era na época o principal centro político-econômico da região Sul, a circulação de idéias e pessoas era muito intensa. Outrossim, a AIB contava com o apoio de um forte aliado, a saber, a Igreja que a apoiava, sobretudo, em sua luta contra o comunismo e a maçonaria. Os integralistas cachoeirenses também se valeram fartamente dos ritos e símbolos integralistas, além dos desfiles e impressos como estratégias de arregimentação e propaganda da Doutrina do Sigma. Com efeito, o crescimento da AIB logo articulará os partidos e movimentos políticos que a precederam numa verdade luta antiintegralista. Pouco tempo após a fundação da AIB em Cachoeiro, a cidade foi palco de um violento conflito. A fim de impedir a realização de um Congresso Integralista na cidade, a Aliança Nacional Libertadora mobilizou uma multidão num grande comício antifascista no campo do Estrela. Em seguida foram para a Estação da Leopoldina para interromper o desembarque da comitiva integralista. Um dia antes, no dia 1° de Novembro de 1935, Alberto Secchin, jovem integralista, havia sido assassinado numa emboscada nas proximidades do Morro Grande. Os integralistas passaram o dia de finados reunidos velando o corpo do companheiro. Os nervos ficaram exaltados. Com isso, aquilo que deveria ser apenas um congresso se tornou um dos conflitos mais controversos e trágicos da História Política de Cachoeiro de Itapemirim
After 1930 s revolution, many citizens of Cachoeiro de Itapemirim have seen their hopes thwarted from greater political representativeness. The rearrangement of the oligarchic interests within the Social Democratic Party and within the Tillage Party worked their way in supressing democratic acess to the minimum forms in the State apparatus. It is in this context of exclusion and frustration that AIB (Brazilian Integralist Action Party) founds, in 1935, the integralist center of Cachoeiro de Itapemirim. There the party finds a set of factors for it s growth. In the state of Espírito Santo, it found good soil for it s expansion, mainly around the italian colonized regions. Even though Cachoeiro de Itapemirim is not a proeminently italian colinized county, in many districts and counties in the vicinities the italian descendencies are numerous, like in Floresta, Castelo, Alegre, Venda Nova do Imigrante and others. In these regions, AIB displays all its power and organization. Furthermore, once Cachoeiro de Itapemirim was by the time a major political and economic centre in the state s south region, the circulation of people and ideas was intense. Thereto, AIB had the support of a strong ally, namely, the Church, above all when it came to be against the communism and the freemasonry. The integralist members from Cachoeiro also employed a lot the integralist symbols and rites, beyond the use of parades and prints as strategies to regimentate and propagate the Doctrine of the Sigma. Indeed, AIB s growth made the former parties and political movements unite themselves in a anti-integralist campaign. Right after AIB s foundation in Cachoeiro, the city became stage of a fierce conflict. The National Freedom Alliance (Aliança Nacional Libertadora) gathered a great cluster in a anti-facist assembly in Estrela Field with the intention of disrupting a integralist congress in the city. After that they went to Leopoldina Station to stop the disembark of a integralist entourage. A day before, november 1st of 1935, Alberto Secchin, a young integralist, have been murdered in an ambush next to Morro Grande. The integralists spent Memorial Day watching their fellow s body. Tension was rising. From this, that with was supposed to be just a congress turned out to be one of the most controversial and tragical conflicts in the politics history of Cachoeiro de Itapemirim
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/6341
Appears in Collections:PPGHIS - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Flavio dos Santos Oliveira.pdf1.85 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.