Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/6440
Title: Considere-se preso: erotismo e violência em O Cobrador, de Rubem Fonseca
metadata.dc.creator: Farias, Herbert Denard Alvarenga
Keywords: Rubem Fonseca;Erotismo;Violência;O Cobrador;Poder;Rubem Fonseca;Eroticism;Violence;O Cobrador;Power
Issue Date: 30-Jul-2010
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Citation: FARIAS, Herbert Denard Alvarenga. Considere-se preso: erotismo e violência em O Cobrador, de Rubem Fonseca. 2010. 101 f. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Estudos Literários) - Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, 2010.
Abstract: Os personagens de O Cobrador, de Rubem Fonseca, ou pela vingança, ou como resposta à ameaça sofrida ou à insatisfação com o lugar social que lhes foi imposto, desafiam o poder estabelecido e violam lei e ordem em busca de bens e corpos inacessíveis de outra maneira. Este trabalho analisa a violência e o erotismo em quatro contos de O cobrador, bem como sua inscrição na relação entre poder e resistência, com base nas reflexões do filósofo Michel Foucault. Tal oposição será constatada na escalada do protagonista do contotítulo, cuja violência vai da agressão ao assassínio, passando pelo estupro; no erotismo episódico e transgressor do astuto advogado Mandrake, cuja investigação bem sucedida contraria o cliente poderoso; no motim empreendido pelos internos condenados do Lar Onze de Maio, oprimidos pelo Estado, num ambiente que lembra a distopia orwelliana 1984; e na paixão socialmente condenada e interdita do Pierrô da caverna. Mas embora enfrentem e vençam forças poderosas, esses homens e mulheres ficcionais estão condenados à frustração, dada a fungibilidade de seus triunfos
The characters in O Cobrador, by Rubem Fonseca, either by vengeance, or as a response to a threat or to the dissatisfaction with the social place imposed on them, live situations of challenge towards the contrary power. Considering the corpus of the present work, which studies the violence and eroticism in the short stories in O Cobrador, as well as its links to power and resistance, according to philosopher Michel Foucault, such opposition will be found in the violent attitude of the main character in the title short story; in Mandrake s decision to pursue the elucidation of the crime, against the will of his powerful client; in the riot broken out by the convicted interns of the Onze de Maio Home; and in the socially condemned and forbidden passion of the Pierrô da Caverna. The establishment of parallels between the heroes in O Cobrador and other heroes found in comparable narratives by the same author and others, highlight this confrontation. Although they confront and win powerful forces, these fictional men and women are damned to frustration, given the fungibility of their triumphs
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/6440
Appears in Collections:PPGL - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Herbert Denard Alvarenga Farias.pdf509.94 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.