Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/6543
Title: Progresso da ferrugem do cafeeiro em clones de Coffea canephora Pierre ex. Froenher
metadata.dc.creator: Albane, Rafael Rebelo de Oliveira
Keywords: Coffea canephora;Resistência;Monitoramento;Hemilea vastatrix;Coffea canephora;Resistance;Monitoring;Hemileia vastatrix
Issue Date: 30-Aug-2011
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Citation: ALBANE, Rafael Rebelo de Oliveira. Progresso da ferrugem do cafeeiro em clones de Coffea canephora Pierre ex. Froenher. 2011. 52 f. Dissertação (Mestrado em Fitotecnica; Recursos Florestais) - Universidade Federal do Espírito Santo, Alegre, 2011.
Abstract: The objective of this study was to do basic studies about epidemiology of coffee rust in clones C. canephora cultivated in field conditions. With specific objectives: 1 - study the temporal progress of rust in different clones of clonal diversity Vitória Incaper 8142 planted in rows; 2 - evaluate the progress in rust in different thirds of the coffee plant; 3 - correlate the variable of incidence and severity of rust in plants of coffee conilon; and 4 - established a practical method for monitoring the rust in clones of coffee conilon, planted in rows. The experiment was conducted in Marilândia, in the northwestern region of Espírito Santo, in a clonal crop field of, with 13 clones belonging to the diversity planted in rows. 12 plants per clone were selected, divided in three blocks, in each plant were marked 12 branches and evaluated every 30 days. The disease was quantified through the incidence and severity. In conclusion, none of the clones belonging to the variety can be consider immune to the rust of the coffee plant and the greater and lesser intensity of the disease occurs depending of the season and year and the level of resistance of each clone, being that for each plant there is a variation of intensity of the disease in each third. The middle third was the representative and the data from this third classifies clones 3V and 5V as resistant, the clones 11V, 13V, 9V, 6V, 4V, 8V, and 2V as moderately resistant and the clones 1V, 7V, 12V and 10V as susceptible. The variable incidence and severity, to the rust in coffee conilon, quantified in this study present 93% of correlation. From the data obtained suggests that the monitoring in rust in the clones of coffee conilon planted in rows being done in the middle rows of plants, quantifying the incidence of disease in plagiotropic branches arranged in four cardinal points
Este trabalho teve por objetivo geral realizar estudos básicos sobre a epidemiologia da ferrugem do cafeeiro em clones de C. canephora cultivados em condições de campo. Como objetivos específicos: 1 - estudar o progresso temporal da ferrugem nos diferentes clones da variedade clonal Vitória Incaper 8142 plantados em linhas; 2- avaliar o progresso da ferrugem nos diferentes terços do cafeeiro; 3 - correlacionar as variáveis incidência e severidade da ferrugem em plantas de Vitória Incaper 8142; e 4 - estabelecer um método prático de monitoramento da ferrugem em clones de Vitória Incaper 8142, plantados em linha. O experimento foi conduzido em Marilândia, na região Noroeste do Estado do Espírito Santo, em uma lavoura clonal do Vitória Incaper 8142, com os 13 clones pertencentes à variedade plantados em linha. Foram selecionadas 12 plantas por clone, divididas em três blocos, em cada planta foram marcados 12 ramos e avaliados a cada 30 dias. A doença foi quantificada através da incidência e severidade. Pode-se concluir que nenhum clone pertencente à variedade pode ser considerado imune a ferrugem do cafeeiro e que a maior ou menor intensidade da doença ocorrerá de acordo com a época do ano e o nível de resistência de cada clone, sendo que para cada planta há uma variação da intensidade da doença em cada terço. O terço médio é o mais representativo e com os dados deste terço classificamos os clones 3V e 5V como resistentes, os clones 11V, 13V, 9V, 6V, 4V, 8V e 2 V como moderadamente resistente e os clones 1V, 7V, 12V e 10V como suscetíveis. As variáveis incidência e severidade para a ferrugem na variedade Vitória Incaper 8142, quantificadas neste trabalho, apresentam 93% de correlação. A partir dos dados obtidos, sugere-se que o monitoramento da ferrugem em clones de café conilon plantados em linha seja feito no terço médio da planta, quantificando a incidência da doença em ramos plagiotrópicos dispostos nos quatro pontos cardeais
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/6543
Appears in Collections:PPGPV - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Rafael Rebelo de Oliveira Albane.pdf713.84 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.