Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/6609
Título: Reação de cultivares e danos causados por Meloidogyne javanica e Meloidogyne enterolobii em abacaxizeiros
Autor(es): Pereira, Amilton José
Orientador: Alves, Fabio Ramos
Coorientador: Coelho, Ruimário Inácio
Palavras-chave: Reação
Danos
Abacaxizeiros
Fitonematoides
Reaction
Damage
Pineapple
Nematode
Data do documento: 11-Ago-2011
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: PEREIRA, Amilton José. Reação de cultivares e danos causados por Meloidogyne javanica e Meloidogyne enterolobii em abacaxizeiros. 2011. 64 f. Dissertação (Mestrado em Fitotecnica; Recursos Florestais) - Universidade Federal do Espírito Santo, Alegre, 2011.
Resumo: Foi avaliada a reação de quatro cultivares de abacaxizeiros (Vitória, Smooth cayenne, Pérola e MD-2 (Gold)) e danos causados por M. javanica e M.enterolobii em casa de vegetação no CCA-UFES, Alegre-ES. Sessenta dias após o plantio, as plantas foram inoculadas com 5.000 fitonematoides. Após 90 dias da inoculação das plantas com M. javanica e 120 dias com M. enterolobii, foi determinada a reação dos cultivares em DIC com 10 repetições. Cultivares com fator de reprodução (FR) &#8805; 1,00 foram consideradas suscetíveis e aquelas com FR < 1 resistentes. Todos os cultivares foram suscetíveis a ambos os fitonematoides. Para quantificar danos na fase vegetativa de abacaxizeiros parasitados por M. javanica e M. enterolobii e pela mistura populacional entre ambas as espécies, foram instalados experimentos simultâneos em DIC com 04 repetições. Os cultivares empregados foram os mesmos citados anteriormente e as avaliações foram feitas aos 4, 6 e 8 meses após a inoculação das plantas com 5.000 M. enterolobii; 5.000 M. javanica; 2.500 M. enterolobii + 2.500 M. javanica e por diferentes concentrações de inóculo de M.enterolobii 2.500, 7.500 e 15.000 fitonematoides/planta. A testemunha foi composta de plantas não inoculadas. Em cada avaliação foram determinados Massa Foliar Teórica, comprimento e largura da folha D. Houve diferentes reações dos cultivares de abacaxizeiros ao parasitismo de M. javanica e M.enterolobii nas diferentes épocas de avaliação. Em algumas dessas avaliações houve um crescimento vegetativo e, em outras avaliações, foi observada redução. Esses resultados devem-se ao fato de diferentes cultivares de uma mesma espécie de abacaxizeiro se comportarem de forma diferenciada ao parasitismo de M. javanica e/ou M. enterolobii nas mesmas condições experimentais, uma vez que essa reação dependerá da espécie e do isolado do fitonematoide além do cultivar de abacaxizeiro.
It was evaluated the reaction of four pineapple cultivars (Vitória, Smooth Cayenne, Pérola, and MD-2 (Gold)) and damages caused by M. javanica and M. enterolobii in a greenhouse at CCA-UFES, in the city of Alegre, ES. Sixty days after the plantation, plants were inoculated with 5.000 nematodes. After 90 days of inoculation of the plants with M. javanica and 120 days with M. enterolobii, it was determined a reaction of cultivars in DIC with 10 replicates. Cultivars with reproduction factor (FR) &#8805; 1.00 was considered susceptible and those with FR <1, resistant. All cultivars were susceptible to both nematodes.To quantify damages during the phase of vegetative pineapple parasitized by M. javanica and M. enterolobii and by a mix population between both species, experiments were installed simultaneously in DIC with 4 replicates. The cultivars used were the same previously mentioned and the evaluations were held in 4, 6 and 8 months after the inoculation of the plants 5.000 M. enterolobii; 5.000 M. javanica; 2.500 M. enterolobii + 2.500 M. javanica and by different concentrations of inoculation of M. enterolobii 2.500, 7.500 and 15.000 nematodes/plant. A control was composed of uninoculated plants. In each evaluation were determined Theoretical Leaf Mass, length and width of leaf D. There were different reactions of pineapple cultivars to the parasitism of M. javanica and M. enterolobii in different times of evaluation. In some of the evaluations there were vegetative growth and in others evaluations a reduction was observed. These results are due to the fact of different cultivars of the same species of pineapples behaved differently to the parasitism of M. javanica and/or M. enterolobii in the same experimental conditions, once this reaction depends on the specie and isolated from the nematode beyond the pineapple cultivar.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/6609
Aparece nas coleções:PPGPV - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Amilton Jose Pereira.pdf1.32 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.