Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/6622
Title: Correlação e mapemaneto de atributos do solo e da bananeira "prata anã" de atributos do solo para fins de agricultura de precisão
metadata.dc.creator: Zucoloto, Moises
Keywords: Musa spp;Geoestatística;Krigagem;Musa spp;Geostatistics, Kriging
Issue Date: 13-Feb-2009
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Citation: ZUCOLOTO, Moises. Correlação e mapemaneto de atributos do solo e da bananeira "prata anã" de atributos do solo para fins de agricultura de precisão. 2009. 69 f. Dissertação (Mestrado em Fitotecnica; Recursos Florestais) - Universidade Federal do Espírito Santo, Alegre, 2009.
Abstract: O presente trabalho teve como objetivo aplicar métodos e conceitos de Agricultura de Precisão (AP), utilizando técnicas de estatística clássica e geoestatística no mapeamento da variabilidade espacial da produção da bananeira Prata Anã e correlacioná-la com os atributos químicos e físicos do solo e o estado nutricional da planta no primeiro ciclo da cultura. A lavoura comercial situa-se em um Argissolo Amarelo Distrocoeso arênico no Distrito de Jacupemba, município de Aracruz, Norte do Estado do Espírito Santo, cujas coordenadas geográficas são: 19° 49 24 de Latitude Sul e 40° 04 20 de Longitude Oeste. Dentro da área comercial foi demarcada uma malha regular, totalizando 100 pontos amostrais, espaçados 6 x 4 m. Os valores dos atributos químicos e físicos do solo, estado nutricional e produção foram determinados em cada amostra. A massa do cacho (MC) não apresenta correlação significativa com nenhuma das frações granulométricas. Os atributos areia grossa (AG), areia fina (AF), areia total (AT) e argila (AR) apresentam dependência espacial de moderada a alta, com exceção para o silte (Sil) que apresenta ausência de dependência. Apenas o H+Al do solo apresenta correlação com a massa do cacho. Todos os atributos químicos do solo apresentam dependência espacial na área de estudo. O atributo T apresenta o maior alcance de dependência espacial, portanto, maior continuidade, com melhor precisão na estimativa de valores em locais não medidos. Quanto ao estado nutricional da planta, apenas os nutrientes K e P apresentam correlação significativa positiva com a produção por planta. Todos nutrientes foliares apresentam dependência espacial, com exceção para o B e o N. O maior alcance de dependência espacial entre os nutrientes foliares é apresentado pelo K e, portanto, maior continuidade espacial, afetando positivamente na estimativa de valores em locais não medidos. As características morfológicas diâmetro do cacho, número de bananas, largura da terceira folha e número de folhas na colheita estimaram a massa do cacho por planta com um R2 de 58%
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/6622
Appears in Collections:PPGPV - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Moises Zucoloto.pdf1.33 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.