Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/6683
Title: CIDADANIA E INSERÇÃO LABORAL ASSISTIDA: OS INTERSTÍCIOS DA EXPERIÊNCIA COTIDIANA DE TRABALHO FORMAL DE ADOLESCENTES POBRES
metadata.dc.creator: Silva, Victor Hugo da
Keywords: inserção laboral assistida;adolescente trabalhador;cidadania;direitos sociais;occupational insertion;working adolescent;citizenship;social rights
Issue Date: 23-Aug-2005
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Citation: SILVA, Victor Hugo da. CIDADANIA E INSERÇÃO LABORAL ASSISTIDA: OS INTERSTÍCIOS DA EXPERIÊNCIA COTIDIANA DE TRABALHO FORMAL DE ADOLESCENTES POBRES. 2005. 198 f. Dissertação (Mestrado em Processos Psicossociais; Processos de Desenvolvimento; Psicologia Social e Saúde) - Universidade Federal do Espírito Santo, Vitoria, 2005.
Abstract: It investigates the daily of poor adolescents starting from your reports of the entrance process in the job market attended for institution. They announced 15 adolescents of the masculine sex, with education enters to 7th series of the Fundamental Teaching and 1st year of the Medium Teaching, with 17 years of age, and approximately one year and six months of professional insert. All are of families of low income and they live in neighborhoods of the periphery of Grande Vitória/ES. The informers were linked to an institution that qualifies, it inserts and it accompanies poor adolescents in the formal job market. The collection of data if he/she gave through interview following a basic route, structured so that the own informer it develops the theme freely. The results were discussed considering that the professional insert is a form of exercise of the citizenship. The results show that: the insert attended in the formal job market it doesn't constitute absolute warranty of protection to the adolescent's rights; the social nets which the adolescent starts to have access can constitute a middle of hiding violations of rights could be based on customerism relationships; the assimilation of own values of the context of social relationships of the work atmosphere can collaborate for the removal of the group of equal. However, the adolescents evaluated the accompaniment positively supplied by the institution.
Investiga o cotidiano de adolescentes pobres a partir de seus relatos do processo de entrada no mercado de trabalho institucionalmente assistida. Participaram 15 adolescentes do sexo masculino, com escolaridade entre a 7ª série do Ensino Fundamental e 1º ano do Ensino Médio, com 17 anos de idade, e aproximadamente um ano e seis meses de inserção profissional. Todos são de famílias de baixa renda e moram em bairros da periferia da Grande Vitória/ES. Os informantes estavam vinculados a uma instituição que capacita, insere e acompanha adolescentes pobres no mercado de trabalho formal. A coleta de dados se deu através de entrevista seguindo um roteiro básico, estruturado de forma que o próprio informante desenvolva livremente o tema. Os resultados foram discutidos considerando que a inserção profissional é uma forma de exercício da cidadania. Os resultados mostram que: a inserção assistida no mercado de trabalho formal não constitui garantia absoluta de proteção aos direitos do adolescente; as redes sociais as quais o adolescente passa a ter acesso podem constituir um meio de ocultar violações de direitos podendo estar baseadas em relações de clientelismo; a assimilação de valores próprios do contexto de relações sociais do ambiente de trabalho pode colaborar para o afastamento do grupo de pares. Entretanto, os adolescentes avaliaram positivamente o acompanhamento fornecido pela instituição.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/6683
Appears in Collections:PPGP - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Capa da Dissertacao de Mestrado com Assinaturas.pdf360.98 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.