Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/6714
Title: Psicologia, política e ética : histórias e personagens da política pública de assistência social
metadata.dc.creator: Dettmann, Ana Paula da Silva
Keywords: Psicologia;Assistência Social/SUAS;Clínica Ampliada;Psychology;Social Service/SUAS;Expanded Clinic
Issue Date: 10-Jul-2013
Publisher: Universidade Federal do Espírito Santo
Citation: DETTMANN, Ana Paula da Silva. Psicologia, política e ética : histórias e personagens da política pública de assistência social. 2013. 102 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia Institucional) - Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, 2013.
Abstract: Psychology, Politics and Ethics are presented as political strategies of life management and discuss the possibilities of intervention of Psychology in Politics under an ethical perspective of life. The aim of this research was to investigate psychologists view on Social Service Policy and the practices they develop. In order to achieve the objective, this study embraces a qualitative research paradigm, guided by Oral History and based on 11 testimonies of psychologists that act on that Espírito Santo policy and take part in Fórum Estadual dos trabalhadores do SUAS. The testimonies raised aspects about Psychology and Policy interrelated to qualification and performance. The stories and characters in Social Services policy lead to the everyday of work, sometimes interspersed with biopolitics strategies of control and resistance, that either reproduce rules and standardization or produce lines of flight, divert and take possible paths of other ways of life. Re-introduced under the shape of characters that speak through psychologists, the stories are named, such as O Carcereiro , O Capitão do Mato , O Leão de Chácaras e a Rainha de Copas . The perspective of an expanded clinic carries the possibilities of subject and society change, from a clinic and critical view of Psychology and Public Policies
Psicologia, Política e Ética são apresentadas como estratégias políticas de gestão da vida e discutem as possibilidades de intervenção da Psicologia na Política sob uma perspectiva ética da vida. O objetivo da pesquisa foi investigar a visão dos psicólogos sobre a Política de Assistência Social e as práticas que eles desenvolvem. Para tanto, optou-se por uma pesquisa qualitativa, pautada na História Oral e baseada em depoimentos de 11 psicólogos que atuam nessa política no Espírito Santo e participam do Fórum Estadual dos Trabalhadores do SUAS. Os depoimentos levantaram aspectos acerca de Psicologia e Política inter-relacionados à formação e atuação. As histórias e os personagens na política de Assistência Social levam ao cotidiano do trabalho por vezes entremeadas às estratégias biopolíticas de controle e resistências, que ora reproduzem regras e normatizações ora produzem linhas de fugas, desviam e galgam caminhos possíveis de outros modos de vida. Re-apresentadas em forma dos personagens que falam pelos psicólogos, as histórias ganharam nome tal como o Carcereiro, o Capitão do Mato, o Leão de Chácaras e a Rainha de Copas. A perspectiva da clínica ampliada traz ainda as possibilidades de transformação do sujeito e da sociedade a partir de uma visão clínica e crítica da Psicologia e das Políticas Públicas
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/6714
Appears in Collections:PPGPSI - Dissertações de mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Ana Paula da Silva Dettmann.pdf898.28 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.